Fãs encontram erro na morte de personagem de Vikings

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção! Contém spoilers da temporada final de Vikings!

Vikings chegou ao fim! A saga de Ragnar Lothbrok e seus filhos emocionou fãs com o lançamento dos últimos episódios, que chegaram à Netflix no último dia de 2020.

Como uma das produções de época mais populares da atualidade, o cancelamento da produção surpreendeu muita gente. A sexta temporada foi anunciada como a última ainda em 2019.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série ainda deve ganhar um derivado no futuro, possivelmente produzido pela Netflix. Mesmo assim, alguns fãs continuam revoltados com o fim de Vikings.

A temporada final confirmou a morte de vários dos personagens da série. Um dos momentos mais tocantes foi a despedida de Gunnhild, que comete suicídio para se juntar ao falecido marido Bjorn.

Fãs encontraram um erro na última cena da personagem; confira abaixo!

A morte de Gunnhild

Gunnhild morre no 15º episódio da temporada final de Vikings, intitulado “All At Sea”.

Quando o Rei Harald retorna à Kattegat e expõe sua pretensão ao trono, a personagem relutantemente concorda em se casar novamente – mesmo ainda em luto pela morte de Bjorn.

No entanto, no dia da cerimônia de casamento e coroação de Harald, Gunnhild muda de ideia e resolve abdicar da própria vida para se juntar a Bjorn em Valhalla.

A personagem de Ragga Ragnars morre afogada – por meio de suicídio. É exatamente nesse momento que fãs de Vikings encontraram o erro.

“A cena que a Gunnhild decide se matar para se juntar a Bjorn em Valhalla é simplesmente estúpida”, afirmou o fã.

O “erro” na morte de Gunnhild se relaciona com as lendas da mitologia nórdica. Segundo as crenças dos Vikings, Valhalla é um local extremamente especial, que aceita apenas as almas de guerreiros mortos em batalha.

Como Gunnhild não morreu em batalha, sua alma não seria levada aos Salões de Odin.

Na verdade, segundo a mitologia nórdica, Gunnhild passaria a eternidade em Helheim, o submundo controlado pela deusa Hela. O mundo inferior recebia as almas de pessoas mortas por causas naturais, velhice e suicídio.

Outros fãs de Vikings explicaram que a cena da morte de Gunnhild não está necessariamente errada. A série parece não se importar muito com o conceito fixo das almas de Valhalla.

“O Harbard disse que a Siggy iria para Valhalla, mas sua morte também não foi em batalha. Nem a de Ragnar, para falar a verdade. Acho que o conceito de bravura é mais importante para os personagens da série do que as mortes em batalha”, comentou outro fã.

Se você não se lembra, Siggy morreu para salvar os filhos de Aslaug de um acidente no gelo e Ragnar foi executado pelas forças do Rei Aelle, morrendo em um poço de serpentes.

A temporada final de Vikings está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio