Joias preciosas: As séries escondidas da Netflix que você PRECISA assistir

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seja por falta de divulgação ou temas mais complexos, algumas das séries mais interessantes e criativas da Netflix acabam passando despercebidas por uma grande parcela do público!

Nem todas as produções da plataforma contam com o marketing pesado de séries como Stranger Things ou Bridgerton. Por isso mesmo, muitas acabam canceladas após poucas temporadas – mesmo com premissas interessantíssimas e grandes potenciais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Se você quer conhecer as verdadeiras “joias preciosas” da Netflix, escondidas nos confins da plataforma, o Observatório do Cinema lista as melhores sugestões!

Confira abaixo!

Crashing

Produzida por Phoebe Waller-Bridge, a criadora da aclamada Fleabag, Crashing é uma série de comédia-drama lançada em 2016 pela emissora britânica Channel 4. Mesmo com apenas uma temporada, a série é uma das mais bem avaliadas da Netflix.

Crashing acompanha a vida de 6 jovens adultos que vivem como “guardiões da propriedade” de um hospital abandonando, mantendo o local seguro em troca de aluguéis baratos e economia. Com regras bem definidas, os relacionamentos interpessoais começam a se chocar e confusões se tornam inevitáveis.

Giri/Haji

Girl Haji é uma série britânica com grandes influências japonesas. A produção acompanha a história de um detetive de Tokyo que viaja para Londres tentando encontrar seu irmão perdido, que aparentemente está fingindo ser um poderoso membro da Yakuza.

Com a honra da família em jogo, o protagonista Kenzo enfrenta os elementos mais perigosos do submundo criminoso da capital britânica. A série foi uma das mais bem avaliadas no Rotten Tomatoes, chegando a 100% de aprovação.

Versailles

Se você gosta de séries de época, repletas de membros da realeza e figurinos impecáveis, Versailles é uma boa pedida. A série francesa conta com 3 temporadas e é ambientada durante a construção do Palácio de Versailles no reinado de Luís XIV.

Em uma época em que a nobreza começava a desafiar as ordens da Monarquia, o Rei Luís XIV decide mudar a corte de Paris para Versailles, confinando os nobres em um cenário de luxo, intriga e corrupção.

Criminal

Criminal é uma série interessantíssima que apresenta crimes fictícios ambientados em 4 países diferentes. Na verdade, Criminal é uma antologia com 4 séries diferentes, que se passam na França, Alemanha, Espanha e Inglaterra.

Cada episódio é um drama psicológico particular, seguindo sempre o interrogatório de um suspeito realizado por um time de investigadores policiais.

Os casos são surpreendentes, e os espectadores nunca sabem exatamente como o interrogatório vai terminar. Os episódios de Criminal contam com apenas 3 cenários e uma locação, tornando a experiência do espectador focada e claustrofóbica.

Great News

Para quem gosta de comédias leves e irreverentes, sem drama ou temas polêmicos, Great News é uma ótima opção! As duas temporadas da sitcom estão disponíveis na Netflix, após terem sido exibidas entre 2017 e 2018 na TV americana.

Produzida por Tina Fey (Meninas Malvadas), Great News é ambientada no mundo da televisão, especificamente na produção dos telejornais.

A comédia acompanha a rotina de Katie Wendelson, uma produtora que se vê obrigada a lidar com as confusões de uma nova estagiária: sua própria mãe.

Black Earth Rising

Black Earth Rising apresenta ao público um lado completamente diferente do talento de Michaela Coel, conhecida por criar e protagonizar a comédia Chewing Gum. A série dramática conta a história de Kate Ashby, uma imigrante da Ruanda que trabalha como investigadora em uma influente firma de advocacia.

Quando a mãe adotiva de Kate decide processar o líder de um grupo paramilitar africano, a vida da família é envolvida em uma trama de segredos, corrupção e julgamentos de criminosos de guerra.

A série foi elogiada principalmente pela maneira como lida com temas extremamente delicados e a atuação de Michaela Coel e Noma Dumezwani (The Undoing).

I Think You Should Leave with Tim Robinson

I Think You Should Leave with Tim Robinson não é exatamente para todos. O peculiar humor da série pode ser visto como “desconfortável” ou “bizarro” por muitos espectadores. Porém, para apreciadores de comédias surreais e esquetes humorísticos, a série é uma ótima pedida.

Assim como os icônicos Saturday Night Live e MAD TV, a série da Netflix é um programa de esquetes, uma antologia de quadros individuais de comédia – comandado pelo humorista Tim Robinson.

“É uma verdadeira comédia perfeita! Doida, grotesca, barulhenta e absurda. O que mais poderíamos pedir?”, afirmou a crítica do site Vulture.

Wu Assassins

Se você curte Cobra Kai, Wu Assassins tem que ser a próxima série da sua lista! Lançada pela Netflix em 2019, a série conquistou fãs de artes marciais, sequências de ação alucinantes e lutas bem coreografadas.

Em Wu Assassins, o jovem Kai-Jin acaba se metendo com a poderosa máfia chinesa Triáde, em busca de antigos poderes misteriosos conhecidos como Wu-Xing.

Após o encontro com um espírito místico, Kai se torna – com relutância – um Assassino Wu, e utiliza suas aperfeiçoadas artes marciais para enfrentar perigosos criminosos e uma grande conspiração. A série conta com a participação de Katheryn Winnick, a Lagertha de Vikings.

Derry Girls

Para quem curte comédias irreverentes e desbocadas, Derry Girls é uma ótima escolha. A série acompanha uma turma de adolescentes vivendo na cidade de Derry, Irlanda do Norte, em uma época de grandes conflitos políticos e sociais nos anos 90.

Derry Girls é repleta de cenas hilárias e personagens cativantes, destacando-se a madre superiora da escola católica frequentada pelas garotas.

Se você já assistiu Bridgerton, vai reconhecer a atriz irlandesa Nicola Coughlan, a intérprete de Penelope na mais nova série de Shonda Rhimes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio