La Casa de Papel é a série de língua espanhola mais popular da Netflix. No Brasil, a produção se tornou um verdadeiro fenômeno cultural, inspirando fantasias, músicas e muito mais.

A quarta temporada de La Casa de Papel já chegou à Netflix. Neste ano, milhões de pessoas correram para maratonar os episódios, que corresponderam (e até superaram) as expectativas de muita gente.

Recentemente, a Netflix confirmou que a quinta temporada da série será a última, o que deixou fãs ainda mais ansiosos pelo destino dos personagens.


Enquanto a nova temporada não estreia; confira abaixo uma curiosidade bastante interessante sobre as raízes – e o começo humilde – da série!

Preço de banana

Embora La Casa de Papel tenha sido lançada no mundo todo pela Netflix, suas duas primeiras temporadas não foram produzidas pela plataforma.

A série foi concebida inicialmente com uma trama que seria contada em duas partes. Os 15 episódios produzidos foram exibidos na emissora espanhola Antena 3 de maio a novembro de 2017.

Inicialmente, La Casa de Papel não fez muito sucesso com o público espanhol. O produtor Javier Gómez falou sobre a difícil trajetória da série.

“Ao contrário do que muitos pensam, a trajetória da série é uma história de falhas! A Antena 3 cortou o número de episódios planejados, e La Casa de Papel eventualmente acabou cancelada. A história poderia ter terminado ali”, relembrou o produtor.

Como já foi mencionado, a Netflix foi a chave para o retorno triunfal de La Casa de Papel.

Você não vai acreditar, mas a plataforma pagou apenas 2 dólares pelos direitos de reprodução da série!

A gigante dos streamings lançou La Casa de Papel sem marketing ou grandes propagandas. A plataforma custeou também a produção de legendas, dublagens em diversas línguas e uma básica reestruturação dos episódios.

Para a surpresa dos executivos da companhia e dos próprios produtores de La Casa de Papel, a série se tornou um fenômeno do dia para a noite! Sua popularidade explodiu não apenas em países de língua espanhola, mas também nos Estados Unidos e Europa.

Com o sucesso inesperado, a Netflix assinou um contrato exclusivo com o criador Álex Pina, oferecendo de uma vez a produção mais duas temporadas – além de um orçamento muito maior.

O investimento da Netflix deu mais do que certo! Hoje em dia, La Casa de Papel é a série de língua espanhola mais popular da plataforma, abrindo o caminho para produções como Elite e Vis a Vis.

A temporada final de La Casa de Papel ainda não tem data para chegar à Netflix.