Misteriosa doença de personagem de Vikings é enfim revelada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois de acompanhar a era dos vikings desde os primeiros dias até alguns dos momentos mais marcantes da história europeia, a série Vikings finalmente chegou ao fim. O seriado foi marcado por conflitos constantes entre os nórdicos e os reis das Ilhas Britânicas, cujas terras estavam sob cerco quase constante depois que Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel) invadiu pela primeira vez um mosteiro inglês no ano de 793, uma era conhecida pelos fãs de Vikings como “segundo episódio da primeira temporada”.

O conflito final entre os nórdicos e os ingleses que vemos acontecer na série é entre o filho de Ragnar, Ivar, o Desossado (Alex Høgh Andersen) e o rei Alfredo de Wessex (Ferdia Walsh-Peelo). Enquanto os dois homens eram retratados como tendo uma amizade fugaz quando crianças, no final da sexta temporada, eles se encontraram no campo de batalha, com apenas um indo embora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série desenha muitos contrastes entre a liderança de Ivar e Alfredo, mas também destaca uma qualidade fascinante que ambos os homens compartilhavam. No programa, o apelido de Ivar é resultado de uma doença que parece ser osteogênese imperfeita, mais conhecida como doença dos ossos frágeis.

Alfredo também sofre de uma doença misteriosa que o assola ao longo de sua vida. Ambos os personagens são inspirados por figuras históricas reais e, no caso de Alfredo, há muitas pistas de sua vida real que apontam para a doença com a qual ele pode estar convivendo.

Como muitos dos personagens da temporada final de Vikings, a série segue Alfredo desde que ele era criança. Os telespectadores o conheceram na terceira temporada, como o filho bebê de Etelstano (George Blagden) e da princesa Judith (Jennie Jacques).

Na quinta temporada, ele se tornou um jovem competindo pelo trono de Wessex. Durante este tempo, o vemos não apenas lutando contra inimigos políticos, mas também contra ataques de uma doença grave que o incapacita em várias ocasiões.

O personagem esteve ausente do seriado na primeira metade da sexta temporada, mas no conjunto final de episódios ele voltou, e também sua doença. No episódio da segunda metade da sexta temporada, “It’s Only Magic”, Alfredo está enfraquecido a ponto de desmaiar e cair do cavalo.

Ele permanece inconsciente na cama e, quando acorda, segura o estômago, que é provavelmente de onde sua dor está irradiando.

Como ainda estamos falando sobre o século 9, a série não fornece nenhuma pista além de seus sintomas crônicos sobre o que estava deixando Alfredo doente. No entanto, foram propostas teorias sobre exatamente com qual doença o verdadeiro Alfredo, o Grande, estava vivendo.

A doença do rei Alfredo

De acordo com a Mayo Clinic, a doença de Crohn é marcada por uma inflamação crônica do trato digestivo. Ainda não sabemos exatamente o que causa a doença, mas pode ser o resultado de um sistema imunológico hiperativo.

Os sintomas de Crohn incluem problemas digestivos, como diarreia e fezes com sangue, bem como outros problemas físicos como cólicas e dor abdominal, febre e fraqueza geral.

Esses sintomas geralmente aparecem mais cedo na vida, pois, de acordo com a Mayo Clinic, a maioria dos casos é diagnosticada antes dos 30 anos. Embora as pessoas que vivem com Crohn possam apresentar sintomas por um longo período de tempo, geralmente há períodos de remissão.

Ao comparar o que sabemos sobre a doença de Crohn hoje com a doença relatada de que Alfredo, o Grande, sofria, não é difícil ver por que Craig e outros suspeitam que o rei pode estar vivendo com a doença de Crohn. Não apenas muitos de seus sintomas se alinham, mas o início de sua doença também coincide, assim como o fato de Alfredo provavelmente ter desfrutado de períodos em que não apresentava sintomas.

Uma última pista importante está na linhagem de Alfredo. Não se sabe exatamente por que as pessoas desenvolvem Crohn, mas há evidências que sugerem que aqueles que têm parentes com a doença têm maior probabilidade de desenvolvê-la.

O rei Eadred, neto de Alfredo, governou a Inglaterra em meados do século X. Como seu avô, ele sofreu de uma doença no estômago, da qual se presume que morreu quando tinha 30 anos (via Historic UK).

Nunca saberemos com certeza de que doença Alfredo, o Grande, ou seu equivalente fictício de Vikings, sofreu. No entanto, dadas as evidências disponíveis, parece que a doença de Crohn é a culpada mais provável.

Vikings está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio