Quem assistiu A Máfia dos Tigres sabe que Joe Exotic e Carole Baskin foram verdadeiros inimigos.

Sua rivalidade atingiu níveis tão intensos que se tornou uma verdadeira loucura. Isto foi abordado na série documental da Netflix, é claro.

No entanto, eles estão juntos numa coisa: seu ódio pela Netflix e pelos produtores de A Máfia dos Tigres.


Depois de Carole Baskin dizer que foi enganada para participar da série documental, foi a vez de Joe Exotic se pronunciar. Ele está preso, é claro, mas fez uma declaração através de sua conta no Twitter, que é controlada por seu empresário.

“É engraçado como a Goode Productions e a Netflix pensam que querem controlar a minha história de vida.”

“A minha história é a única coisa que não foi contada por mim. Tudo é inventado, as pessoas falam besteira por um dólar.”

Crítica à Netflix e aos produtores

A administração de Joe Exotic revelou recentemente que, após o sucesso de A Máfia dos Tigres, outra série de Exotic está sendo planejada.

Foi alegado que as pessoas envolvidas nesse novo projeto “falariam mal” de Exotic. Ainda não se sabe se a série em questão é a mesma que terá Nicolas Cage como Joe Exotic ou algo totalmente novo.

A série com Cage como Exotic está sendo desenvolvida pela CBS Television Studios, mas ainda não há data de lançamento.

A Máfia dos Tigres está agora disponível na Netflix. A série documental foi lançada em março de 2020.