Elizabeth Olsen, da Marvel, se cansou de interpretar uma personagem coadjuvante. A Feiticeira Escarlate agora tem seu próprio seriado: WandaVision.

Se você ainda não assistiu, você precisa colocar na sua lista. Porque WandaVision não aborda donzelas em perigo. Nem Elizabeth Olsen.

“Joss Whedon me explicou que Wanda Maximoff sempre foi esse pilar da luta pela saúde mental, desde sua dor, depressão e experiências traumáticas até como ela altera completamente a realidade dos quadrinhos”, explicou Olsen a Elle.


“O que eu entendi depois de ler o roteiro inicial foi que ela não era poderosa apenas por causa de suas habilidades, mas por causa de suas emoções”, disse a atriz.

O que faz WandaVision valer a pena não é apenas que a personagem de Olsen é superpoderosa, complicada, bela e independente. É também que, de acordo com a Variety, as mulheres estão em geral por trás da trama e do diálogo da Feiticeira Escarlate. E isso faz a diferença.

A redatora-chefe de WandaVision, Jac Schaeffer, disse ao Bleeding Cool que sua parte favorita sobre Wanda é sua “vida interna realmente rica”, suas complicações e suas falhas.

“Todo esse seriado parece muito feminino. E de uma forma realmente natural, desde a sua base”, Olson refletiu para a Variety.

Os desafios da série

Para Elizabeth Olsen, WandaVision quebra os moldes da melhor maneira.

“Trabalho há apenas 10 anos, mas há uma sensação de que você começa a se sentir confortável”, disse ela a Elle.

WandaVision foi a coisa mais distante do confortável para mim. Parecia intimidante. A personagem é uma coisa completamente diferente.”

Para viver Wanda em cada episódio (que abrange, se você for novo no programa, décadas de sitcoms), Olsen passou por um “campo de treinamento de sitcom”. Durante esse tempo, ela aprendeu como mudar seus maneirismos para se encaixar nas comédias específicas de qualquer década.

“São todas as coisas nerds como, de que parte da sua voz as mulheres estão falando? Qual é o ritmo, o padrão e a dicção da linguagem da fala?”, a atriz disse à Variety.

Você deve ter notado que o sotaque Sokoviano da Feiticeira Escarlate (que Olsen usa como Wanda em Vingadores: Era de Ultron) ainda não saiu da boca de Wanda. Não se preocupe. Estará de volta, provavelmente.

“Não foi a lugar nenhum. Houve razões para tudo”, Olsen garantiu ao Complex.

Com um seriado tão bem pensado quanto WandaVision, os fãs têm certeza que realmente houve alguma razão.

No Brasil, WandaVision, da Marvel, está agora disponível no Disney+. Um novo episódio é lançado por semana.