Marvel faz mudança e personagem de Vingadores vira terrorista

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers!

WandaVision revelou que Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) foi classificada como terrorista no MCU.

Isso se deve às inúmeras violações dos Acordos de Sokovia promulgados em Capitão América: Guerra Civil; na verdade, foi o erro trágico de Wanda durante uma missão dos Vingadores em Lagos que levou as Nações Unidas a ratificar os Acordos em primeiro lugar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, a mudança de WandaVision deixa claro que a polícia internacional vê Feiticeira Escarlate como uma fugitiva e combatente inimiga, e não como uma super-heroína que se tornou uma vilã com razão.

Infelizmente, a jornada de Wanda como membro dos Vingadores foi um breve intervalo de sua carreira muito mais longa como criminosa sobre-humana.

Maximoff e seu irmão gêmeo Pietro (Aaron Taylor-Johnson) se radicalizaram e se juntaram a Hydra quando adolescentes depois que seus pais foram mortos em Sokovia quando eles tinham 10 anos.

Os gêmeos Maximoff foram experimentados com a Joia da Mente, que deu a ambos superpoderes.

Depois que os Vingadores derrotaram a Hydra de Sokovia em Vingadores: Era de Ultron, Wanda e Pietro juntaram forças com Ultron (James Spader), embora tenham mudado de ideia quando ficou claro que o androide feito de Vibranium queria exterminar a vida orgânica no planeta.

Pietro foi morto na Batalha de Sokovia, mas os Vingadores aceitaram Wanda em sua equipe e ela se mudou para os Estados Unidos. Wanda foi uma vingadora por aproximadamente um ano antes de cometer um erro fatal que matou inocentes em Lagos (ao qual WandaVision fez referência no comercial do quinto episódio).

Desse ponto em diante, Wanda foi considerada uma terrorista no MCU, especialmente desde que ela se recusou a assinar os Acordos de Sokovia e se tornou uma fugitiva ao lado do time do Capitão América.

O quinto episódio de WandaVision, “On a Very Special Episode”, mostrou o status de terrorista de Wanda durante uma conversa da ESPADA (SWORD) sobre as atividades de Maximoff como a “principal vitimizadora na Anomalia de Westview”.

O diretor em exercício Tyler Hayward (Josh Stamberg) colocou a culpa diretamente em Wanda pelos eventos em Westview, Nova Jersey, e mostrou imagens de notícias de Sokovia e Lagos com o título “Wanda Maximoff: Terrorista à Solta”.

A capitã Monica Rambeau (Teyonah Parris) tentou defender Wanda e rejeitou o rótulo de terrorista, citando que Maximoff não tem “agenda política ou inclinação para a destruição”, que é a definição legal de um terrorista e é precisa no caso de Wanda.

No entanto, Hayward rebateu com o próprio testemunho de Rambeau depois que Maximoff a exilou à força de seu controle mental. Monica chamou de “uma violação excruciante, aterrorizante”, então Wanda é literalmente uma terrorista por perpetuar o terror.

Considerada uma terrorista

Objetivamente, é difícil argumentar com a perspectiva de que Wanda Maximoff é uma terrorista, embora WandaVision seja a primeira vez que isso foi afirmado de forma tão direta.

Mesmo o secretário Ross (William Hurt), que não era grande fã dos Vingadores, não foi tão longe a ponto de designar Steve Rogers (Chris Evans) e seus cúmplices como “terroristas” em Capitão América: Guerra Civil.

Capitão América foi rotulado de “um criminoso de guerra” por um professor de ginástica em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, mas isso era uma piada sem grande importância.

O público parecia indeciso sobre como ver os Vingadores fugitivos após Guerra Civil, mas a polícia foi clara sobre o que chamar e como considerar legalmente os violadores dos Acordos de Sokovia.

Já que WandaVision ocorre apenas algumas semanas depois de Vingadores: Ultimato, é possível que Wanda nunca tenha assinado os Acordos de Sokovia, mesmo depois de ter sido trazida de volta à vida no Estalo e ter ajudado os Vingadores a matar Thanos (Josh Brolin).

De volta a Capitão América: Guerra Civil, Wanda inicialmente não percebeu que Tony Stark (Robert Downey Jr.) a colocou em prisão domiciliar antes que Clint Barton (Jeremy Renner) a libertasse para se juntar ao time do Capitão América.

Mas depois que ela foi presa na Balsa e foi libertada por Steve Rogers, Wanda viveu como uma fugitiva, embora ela estivesse tendo interlúdios românticos secretos com Visão (Paul Bettany), antes de ambos morrerem em Vingadores: Guerra Infinita.

Mesmo que Wanda decidisse assinar os Acordos de Sokovia após sua ressurreição em Vingadores: Ultimato, ela cometeu um ato terrorista poucos dias depois, quando atacou o quartel general da ESPADA (SWORD) para roubar o cadáver de Visão, o que é uma violação direta da Seção 36B dos Acordos de Sokovia.

Atualmente, Wanda mantém 3.000 pessoas em WestView como reféns por meio do controle mental dentro do Hex. Sem entender ou simpatizar com a dor de Wanda, olhando puramente para suas ações do ponto de vista legal e de aplicação da lei, é claro por que o MCU considera Feiticeira Escarlate uma terrorista em WandaVision.

No Brasil, WandaVision está agora disponível no Disney+. Um novo episódio da série da Marvel é lançado por semana.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio