WandaVision trouxe conexão com X-Men que fãs não perceberam

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers!

O sexto episódio de WandaVision pode ter revelado (entre outras coisas) a primeira mutante confirmada do MCU.

Embora a palavra “mutante” ainda não tenha sido usada no MCU, o novo episódio de WandaVision praticamente nos diz que uma personagem da série está ativamente sofrendo mutação diante de nossos olhos. Essa personagem não é outra senão Monica Rambeau (Teyonah Parris).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Monica está trabalhando com Jimmy Wood (Randall Park) e Darcy Lewis (Kat Dennings) para contornar o diretor da SWORD (ESPADA), Hayward, o que leva Darcy a hackear o computador de Hayward.

Lá, Darcy descobre os arquivos médicos de Monica, que mostram a verdade sobre o que aconteceu com ela desde que passou pela barreira de Wanda.

Como decifra Darcy, a barreira Hex de Wanda não está apenas fazendo mudanças cosméticas na realidade, como roupas; depois de passar pela barreira, a própria estrutura celular de Monica está sendo reorganizada.

A chave parece ser a repetição: Monica passou pela barreira duas vezes. Na primeira vez, Monica foi puxada para dentro da barreira quando investigou Westview pela primeira vez com Jimmy Woo; na segunda vez, Wanda expulsou Monica de sua bolha, jogando-a para fora da barreira.

Agora, Darcy avisa que uma terceira passagem pode afetar Monica de maneiras imprevisíveis e drásticas – mas Monica ainda está empenhada em ajudar Wanda, custe o que custar. Esta é uma clara introdução ao legado de quadrinhos de Monica Rambeau de se tornar uma heroína manipuladora de energia.

O final do sexto episódio de WandaVision mostrou Wanda expandir o escopo de sua bolha que altera a realidade exponencialmente, com pequenos sinais de que ela irá parar antes de envolver todo o MCU.

Com as fortes teorias de que WandaVision está fazendo uma “Dinastia M reversa” (em que Wanda cria uma nova realidade cheia de mutantes), esta pode ser uma primeira amostra de como esse processo de alteração da franquia aconteceria.

O conceito de mutação

Ao mesmo tempo, os fanáticos da Marvel Comics serão rápidos em apontar que um “mutante” não é algo que pode ser criado por um evento como Monica passando por uma alteração celular.

Indivíduos superpoderosos que ganham seus poderes por meio de magia, ciência ou influências cósmicas são tipicamente chamados de “mutados” na tradição da Marvel. Os mutantes, em comparação, são únicos porque nascem com os poderes que possuem.

Obviamente, o Marvel Studios pode simplificar as distinções entre os dois conceitos para o público principal do MCU. Enquanto a origem dos quadrinhos de Monica Rambeau tem “energia interdimensional” como a fonte de seus poderes, os fãs do MCU normalmente precisam de explicações mais concretas.

Expandindo o termo “mutante” para qualquer pessoa nascida com dons e sobreviventes de fenômenos/experimentos estranhos, você obtém um termo melhor e mais uniforme do que “aprimorado”, que pode abranger os X-Men e outros heróis.

Também existe outra opção:

Em alguns casos importantes, os mutantes da Marvel não manifestam seus poderes durante o processo natural de maturação da puberdade, eles têm seus poderes desbloqueados ou catalisados ​​por experimentos ou eventos traumáticos.

Esta é uma teoria sobre a versão do MCU de Wanda Maximoff: ela sempre foi uma mutante, e a Joia da Mente simplesmente ajudou ela e Pietro/Mercúrio a explorar seus dons. O mesmo poderia ser verdade para Monica.

No Brasil, WandaVision está agora disponível no Disney+. Um novo episódio da série da Marvel é lançado por semana.

Você quer ver essa e mais produções da Marvel? Clique aqui para assinar o Disney+.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio