Chicago P.D. passa por problema e fãs reclamam

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Chicago P.D. está encarando um desafio na oitava temporada. O seriado está em um momento que pode ser considerado decisivo.

O Yahoo! informa que o seriado da franquia Chicago alcançou um recorde negativo. O oitavo capítulo da temporada se tornou a menor audiência do seriado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após a exibição e reprises na TV americana, Chicago P.D. ficou com uma audiência de 5,7 milhões de lares. O número, por mais que seja impressionante, é 500 mil menor que o recorde anterior.

Agora, Chicago P.D. deve lutar para não quebrar novamente essa marca. O que é interessante é que a série pode identificar o que está acontecendo.

Os fãs têm uma reclamação sobre a oitava temporada. No Twitter e no Reddit, espectadores comentam que Chicago P.D. não consegue trabalhar a continuidade de tramas, as deixando sem respostas por meses. Quando as histórias voltam, os espectadores acham elas estranhas.

Ao mesmo tempo, espectadores não gostaram da mudança feita em Voight, que foi suavizado na oitava temporada após os protestos contra a violência policial nos Estados Unidos. Muitos publicam que sentem falta do “antigo Voight”.

A produção ainda não se pronuncia sobre a queda de audiência de Chicago P.D.

Saída polêmica é explicada

Chicago P.D. é mais uma série do grande universo de produções de Dick Wolf. A produção nasceu principalmente do sucesso de Chicago Fire.

No início, um nome fez a ligação entre os dois shows. Trata-se da detetive Erin Lindsay, interpretada pela veterana Sophia Bush.

A personagem foi introduzida em Chicago Fire e depois se tornou uma das estrelas de Chicago P.D.. Porém, essa história não teve um final feliz, ao menos para Sophia Bush.

Erin era uma das personagens principais e responsável por parte do sucesso de Chicago P.D.. Porém, a atriz Sophia Bush decidiu deixar a série na quarta temporada – o que foi um choque para todos.

Aos poucos, os fãs de Chicago P.D. descobriram que muito mais aconteceu nos bastidores da série. Com isso, os motivos que fizeram Sophia Bush deixar a série foram revelados.

A revelação sobre a saída de Sophia Bush foi feita por ela mesma em entrevista ao podcast Armchair Expert, de Dax Shepard. A famosa relatou que as condições de trabalho de Chicago P.D. a fizeram pedir demissão.

“Eram ataques constantes de comportamento abusivo”, definiu a famosa.

A atriz relembrou também situações de condições extremas de trabalho. A produção queria que o elenco fizesse gravações externas no rigoroso inverno de Chicago, que pode chegar até a temperatura de 20 graus negativos.

Sophia Bush também apontou a saída por causa de uma “cultura tóxica” nos bastidores. Os chefes ameaçavam o elenco em caso de reclamações.

“Quando seus chefes dizem que se você fizer barulho isso pode custar o emprego de todos, você acredita neles. Eu me demiti porque o que eu aprendi é que eu fui programada para ser uma boa garota, uma trabalhadora, alguém que sempre prioriza fazer tudo pela equipe e pelo grupo, colocando na frente da própria saúde”, declarou ainda a ex-atriz de Chicago P.D..

As acusações de Sophia Bush vão além e são mais graves. A atriz também relatou agressões, sem citar nomes, na frente de colegas de elenco e da produção.

“E, você sabe, você começa a se perder quando alguém te agride em uma sala cheia de pessoas e os outros olham para o outro lado, para o chão, para o teto e você pensa, ‘Não vale a pena me defender? Oh, eu não mereço defesa’”, comentou Sophia Bush.

O Deadline afirmou também que a saída de Sophia Bush pode estar ligada com acusações de assédio sexual e comportamento agressivo contra Jason Beghe. Porém, a situação com a atriz não foi confirmada.

Chicago P.D. é exibida no canal Universal no Brasil. A série também está no Globoplay.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio