“Espero que os fãs da Marvel não me odeiem”, diz novo Capitão América

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há um novo personagem com um plano no MCU, e o novato da franquia Wyatt Russell espera que os fãs “não o odeiem muito” como o novo Capitão América em Falcão e o Soldado Invernal.

O episódio de estreia da série original do Marvel Studios, “New World Order”, terminou com o governo dos Estados Unidos declarando publicamente a necessidade de “novos heróis” seis meses depois que Steve Rogers (Chris Evans) cedeu o escudo em Vingadores: Ultimato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Steve, de 112 anos, entregou o escudo a seu aliado de confiança Sam Wilson (Anthony Mackie), que foi pego de surpresa quando o governo revelou John Walker (Russell) sob um slogan cativante: “O Capitão América está de volta.”

“As pessoas provavelmente vão odiar e algumas vão adorar”, disse Russell ao USA Today.

“Filmes e séries existem para fazer as pessoas sentirem emoções, e espero que seja isso que esse seriado possa fazer pelas pessoas. Espero que eles não me odeiem muito. Mas seria uma honra, eu acho, ser desprezado no Universo Marvel.”

Após a revelação do final do episódio de John Walker como novo Capitão América, os espectadores acessaram o Twitter com a hashtag #NotMyCap – uma frase que apareceu nos quadrinhos da Marvel recentes, onde Sam Wilson empunhava o escudo como o novo Capitão América.

“Eu não acho que realmente existiram muitos personagens do MCU que tiveram o mesmo dilema que ele teve em termos de tentar se encaixar neste tipo de mundo de super-heróis moralista”, disse Russell sobre Walker, que os leitores de quadrinhos reconhecerão como Agente Americano.

“Ele foi empurrado para este papel como Capitão América e vai fazer do seu jeito, e ele quer fazer da maneira certa. Mas o jeito dele é uma maneira muito específica que ele aprendeu sendo basicamente um caçador humano treinado.”

“Quero dizer, isso é o que os fuzileiros navais são. Eles não são Steve Rogers, eles não são os mesmos. Eles não são mais como os escoteiros. Eles são um pouco mais perturbados.”

O polêmico substituto do Capitão América

Ao contrário de Steve Rogers, o John Walker de Russell é um homem em guerra com sua bússola moral.

“Há sempre um elemento de realidade na série onde é como, bem, às vezes você precisa daquele cara, e nem sempre é bom”, disse Russell.

“É divertido interpretar esses personagens porque eles estão sempre em desacordo com eles próprios. Eles estão sempre em desacordo com suas próprias habilidades e com sua própria bússola moral. Eles sabem o que é certo, mais ou menos, mas também querem vencer e eles lutam contra isso.”

Walker tem mais em comum com James ‘Bucky’ Barnes (Sebastian Stan), o melhor amigo do Capitão América e velho aliado de guerra, que está superando traumas do passado e a culpa das décadas que passou como o infame assassino com lavagem cerebral conhecido como Soldado Invernal.

“Muitas vezes os soldados vão lá e colocam seus corações e corpos em risco, eles voltam com membros faltando, eles voltam com estresse pós-traumático. Isso é algumas das coisas de Bucky e muito disso também faz parte da história de John Walker”, disse Stan.

No Brasil, Falcão e o Soldado Invernal está agora disponível no Disney+. Um novo episódio da série da Marvel é lançado por semana.



Assine e assista a série somente no Disney+!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio