Explicamos o final maluco de Labirinto do Medo, da Netflix

Série de terror sul-africana faz sucesso na plataforma de streaming

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ALERTA DE SPOILERS

Labirinto do Medo acompanha Will Stone (Anthony Oseyemi) no novo projeto dele. O escritor volta para África do Sul para escrever um livro e termina em um dos lugares mais assombrados do país.

O terror da Netflix se baseia em algo que precisa ficar definido para o espectador. Nem tudo parece o que é e há coisas que realmente não existem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O livro é sobre as atividades paranormais em Johanesburgo. Para escrever a obra, Will convoca a blogueira Kelly (Shamilla Miller) e o ex-policial Joe (Rea Rangaka) para formar uma espécie de trio de caça-fantasmas.

Ao fazer isso, Will tem um envolvimento pessoal. A irmã dele, Rose, morreu afogada 20 anos antes. O escritor sempre se culpou e agora também quer resolver esse caso.

Durante todo caminho, Labirinto do Medo coloca a morte de Rose como um evento sobrenatural. Algo que ninguém consegue entender e explicar.

Ao menos, é isso que os espectadores da Netflix entendem até o capítulo final. Em A Verdade, como o título entrega, tudo é revelado.

Ilusão de Will

No final de Labirinto do Medo, os fãs descobrem que a morte de Rose foi planejada pelo Doutor Damons (David Butler). Ele é o terapeuta de Will e o mesmo homem que estava espionando o escritor.

As motivações dele estão ligadas com o caso de Kelly. Como os fãs podem lembrar, Will e a blogueira voltam ao canal em que Rose foi morta e ela encontra um bracelete enferrujado.

Nele, os personagens descobrem o nome de Stephen Cragg. Esse policial é um cúmplice de Jeremy Shaw, o sequestrador de Kelly.

Na escola, a blogueira foi sequestrada por Shaw, que fingiu ser um professor. Isso levou a personagem a ter pesadelos e a começar a se machucar.

Labirinto do Medo mostra que Stephen Cragg e Jeremy Shaw costumavam planejar sequestros juntos. O policial ajudava o comparsa a não ser preso. Quando Jeremy morreu, Cragg seguiu cometendo os crimes.

O que acontece é que Cragg é o responsável por sequestrar e matar Rose. A grande reviravolta? Damons e Cragg são a mesma pessoa.

Netflix não mostra totalmente

A série da Netflix não deixa explícito que Cragg, ou Damons, usava um bracelete médico ao sequestrar Rose. Na briga contra a menina, esse acessório cai e é perdido no canal.

Em Labirinto do Medo, esse médico é um cientista maluco. Os sequestros serviam para um experimento de medir o efeito de uma total aniquilação emocional.

Damons queria ver até onde vítimas podiam suportar o trauma e a dor. Para isso, isolava elas em locais como prisões e via tudo por câmeras. Após esse passo, o vilão as matava e escondia os corpos.

Labirinto do Medo não explica a escolha das vítimas. Mas, o que dá a entender é que mulheres são escolhidas porque para Damons, elas suportariam mais o trauma e as dores.

Após o embate final de Labirinto do Medo, Will encontra o quarto em que Rose foi mantida. Isso dá um desfecho para o protagonista e mostra que nem tudo é sobrenatural.

Labirinto do Medo está disponível na Netflix. Leia a crítica sobre a série aqui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio