Grey’s Anatomy: Bridgerton revela grande erro em saída de Karev

Despedida do personagem foi muito controversa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de spoilers!

Grey’s Anatomy já trouxe muitas despedidas ao longo das suas 17 temporadas. Uma especialmente traumática para os fãs foi a saída de Alex Karev.

No seriado, ele deixou o hospital para ficar com Izzie e seus filhos. Sua saída foi considerada imprópria pelos fãs, tendo em vista a importância do personagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agora, muitos estão comparando a maneira como ele saiu de Grey’s Anatomy com a ausência do duque de Hastings na segunda temporada de Bridgerton, da Netflix.

Na série da plataforma de streaming, Simon Basset tem um papel extremamente importante no primeiro ano, mas não estará no segundo.

Apesar dessa falta, o personagem continua na história, somente não vai aparecer. Isso não diminui a personagem de Daphne em Bridgerton. É o duque que não tem relevância na segunda temporada, que será focada na vida amorosa do irmão de Daphne.

Grey’s Anatomy poderia ter mantido Alex Karev na história e não precisaria ter feito sua despedida por meio de uma carta depois de 15 anos de desenvolvimento de personagem.

Grey’s Anatomy enfurece fãs

Grey’s Anatomy entregou um episódio muito próximo à realidade, lidando com racismo e brutalidade policial. Além disso tudo, a situação de Meredith não melhorou muito, como esperávamos no capítulo anterior.

No 12º episódio da 17ª temporada, os médicos do Grey Sloan Memorial precisam cuidar de vítimas de brutalidade policial – manifestantes atacados com gás lacrimogênio, balas de borracha e mais.

Os protestos fazem referência direta ao movimento Black Lives Matter (BLM), e a onda de protestos mundiais que ocorreram após o assassinato de George Floyd, nos EUA, em 2020. Na série, podemos ver alguém segurando uma placa dizendo: “Não consigo respirar”, palavras finais de Floyd antes de ser vítima do policial.

A situação é desesperadora para os pacientes e médicos, especialmente para Maggie, que fala com o namorado ao telefone, Winston, que é negro, enquanto ele é abordado por policiais brancos.

Winston dirigia em mudança para mais próximo de Maggie e foi parado na estrada. Ele tenta permanecer ao telefone com Maggie, mas obrigam ele a desligar. A reação desproporcional dos policiais é a de tirar tudo do carro de Winston, além de obrigarem ele a fazer um teste de bafômetro.

Tudo isso isso porque, supostamente, a bicicleta pendurada na traseira do veículo ocultava a placa do carro. Mas todos sabemos o porquê dele ter sido parado.

O episódio, obviamente, foi gravado antes, mas dialoga com a tragédia de Daunte Wright, assassinado recentemente na cidade de Brooklyn Center, por policiais. Reportagens recentes indicam que Wright estava ao telefone com sua mãe, quando foi abordado pela polícia.

Winstou saiu com vida. Daunte Wright não teve a mesma sorte.

No Brasil, a 17ª temporada de Grey’s Anatomy é exibida no Sony Channel. A série também está disponível em serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime Video e Globoplay.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio