Série da Netflix aumenta vendas de camas com cenas de sexo; veja

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Bridgerton se tornou uma das maiores séries da Netflix. Ao que parece, o programa também está influenciando a audiência.

Alguns dos momentos que deram o que falar na série foram as cenas de sexo. As relações contam com alguns pontos diferentes, ainda mais se levar em conta que Bridgerton toca no tema no século XIX.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, de forma curiosa, essas cenas de Bridgerton conseguiram trazer uma consequência para vida real. A coordenadora de intimidade de Bridgerton, Lizzy Talbot, garantiu ao Insider que “as vendas das camas de quatro colunas dispararam no Reino Unido”.

O motivo é Bridgerton, que apresenta essas camas em muitas cenas. Como os espectadores da Netflix bem sabem, os momentos quentes também acontecem no móvel.

Lizzy ainda brincou sobre a curiosidade.

“Phoebe Dynevor e Regé-Jean Page estão ajudando a indústria de móveis desde 2021”, riu a coordenadora.

Os atores são os intérpretes de Daphne e Simon. O casal é o foco da primeira temporada de Bridgerton e compartilha cenas de sexo.

O International Business Times corroborou a informação da profissional. O site afirma que a venda dessa cama subiu 300% no Reino Unido e a série da Netflix realmente é a responsável.

Bridgerton na Netflix

A produção acompanha a história da Família Bridgerton, um clã de aristocratas vivendo em Londres durante o período da Regência, no início do século XIX.

Mesmo durando poucas décadas, a Regência é conhecida como uma época de grandes avanços e tendências diferenciadas nas belas-artes, arquitetura, moda e etiqueta.

A primeira temporada de Bridgerton foca principalmente na primogênita dos Bridgerton: Daphne. A jovem procurar pelo amor verdadeiro e um casamento à altura após ser apresentada à sociedade em 1813 pela Rainha Charlotte.

Enquanto lida com as expectativas da elite, Daphne é obrigada a lidar com os escandalosos boatos divulgados pela Lady Whistledown, a misteriosa autora de um “boletim de fofocas” publicado semanalmente.

Embora não seja a showrunner da nova produção da Netflix, Shonda Rhimes mantém grande influência como produtora executiva. O comando da série fica com Chris Van Dusen.

O elenco de Bridgerton é formado principalmente por atores britânicos, muitos deles desconhecidos do público internacional.

A série conta com Phoebe Dynevor (Younger), Regé-Jean Page (For the People), Jonathan Bailey (Doctor Who), Nicola Coughlan (Derry Girls), Claudia Jessie (Call The Midwife), Adjoa Andoh (Invictus), Lorraine Ashborn (King Kong), Sabrina Bartlett (Game of Thrones), Harriet Cains (In The Flesh), Bessie Carter (Os Miseráveis) e Ruth Gemmell (Penny Dreadful) em seu elenco.

Bridgerton está disponível na Netflix. A segunda temporada não tem previsão ainda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio