Sombra e Ossos: Atriz quer que sua personagem seja gay na 2ª temporada

Jessie Mei Li destacou diversidade do seriado da Netflix em uma nova entrevista

Publicadohá pouco tempo
Por Victor
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série Sombra e Ossos estreou recentemente na Netflix, sendo elogiada por, entre tantas outras coisas, sua abordagem sobre temas tão fascinantes.

Em tempos em que séries de fantasia se tornam cada vez mais diversificadas, Sombra e Ossos se destaca como mais uma produção muito progressiva. Em entrevista dada ao Digital Spy, Jessie Mei Li comentou sobre a oportunidade de ter um papel tão importante em um projeto assim.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na série, a atriz interpreta a personagem principal, Alina Starkov.

“É muito legal. Eu amo a maneira como a raça é retratada na série. Uma das coisas, quando eu estava fazendo o teste, era aquela leve preocupação: isso é apenas uma marca de diversidade? Por que você fez isso?”

“Mas imediatamente, entendi que não era apenas que eles queriam uma pessoa de cor na liderança. Eles realmente escreveram a história de Alina para ser um reflexo das minhas experiências e das experiências de Christina Strain – ela é coreana-americana, é uma de nossas escritoras.”

“E eu aprecio o fato de que há diversidade, mas também por uma razão. Mas, ao mesmo tempo, parece incidental. É realista. E também, em termos de coisas LGBTQ+, eu sou uma pessoa queer, e acho que você vê relacionamentos queer acontecendo na tela, mas não é grande coisa.”

“Eles são apenas personagens que claramente estão em relacionamentos ou algo assim. Ninguém fala sobre isso como se fosse estranho ou algo assim, ou mesmo que seja um grande negócio. É que, neste mundo, está tudo bem.”

“Eu realmente amo isso também. Você pode não ver, mas em um ponto você vê dois dos soldados, Ivan e Fedyor, que estão claramente juntos, e isso está lá. Isso apenas desenvolve seus personagens e seu relacionamento de uma forma adorável que não estava no livro.”

“Então, todas essas coisas são realmente empolgantes para mim, e espero que as pessoas possam assistir Sombra e Ossos se forem mestiças, imigrantes de primeira geração ou queer. Seja o que for, espero que possam assistir e encontrar alguém com quem possam realmente se relacionar.”

Esperança da atriz para personagem

A atriz da série da Netflix espera que a própria Alina seja abordada como uma personagem LGBTQ+ em temporadas futuras.

“Eu espero que sim. Atualmente, ela tem Mal, e ela ama Mal. Mas quem sabe? Quem sabe para onde eles estão indo? Eu adoraria isso. Eu acho que seria ótimo para ela porque parece certo para ela também. Ela simplesmente parece que poderia ser queer, e ela tem muito amor por muitas pessoas na série.”

“Eu vejo algumas dessas cenas – eu e Daisy [Head] rimos muito sobre isso, sobre quanta química eu e Daisy temos. É tipo: quando Alina e Genya vão fugir juntas? Porque eu a amo muito.”

No Brasil, Sombra e Ossos está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio