Tom Holland, da Marvel, ganha papel polêmico e revolta fãs

Astro de Homem-Aranha vai estrelar a série The Crowded Room para o Apple TV+

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O astro de Homem-Aranha, Tom Holland, está em alta na carreira. O ator tem assumido papéis mais complexos em comparação com seu personagem da Marvel.

Ele vai estrelar a primeira temporada de The Crowded Room, uma série de antologia do Apple TV+. Holland vai retratar Billy Milligan, a primeira pessoa a ser absolvida de um crime por causa de transtorno dissociativo de identidade, anteriormente conhecido como transtorno de personalidade múltipla.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série de 10 partes é do roteirista vencedor do Oscar Akiva Goldsman, que escreveu o premiado filme de 2001, Uma Mente Brilhante. Tom Holland liderará toda a primeira temporada!

Internet está preocupada

Alguns internautas estão preocupados que a série possa ser problemática para aqueles que lutam contra o transtorno dissociativo de personalidade e que possa intensificar o estigma já existente em torno do transtorno de saúde mental.

“Caro Tom Holland, por favor, reavalie essa escolha! Somos verdadeiros, muitas vezes deficientes físicos, sobreviventes, não assassinos, e este filme intensificará novamente o estigma já existente sobre o transtorno dissociativo de personalidade”, comentou uma pessoa.

A primeira temporada da série de antologia é um “suspense cativante” e é inspirada na biografia premiada de Daniel Keyes, The Minds of Billy Milligan.

Está sendo descrita como uma história que irá “explorar as histórias verdadeiras e inspiradoras daqueles que lutaram e aprenderam a conviver com a doença mental”.

Uma pessoa escreveu: “Ótimo, outra história que vai fazer pessoas que não conseguem fazer dois segundos de pesquisa estigmatizar e temer pessoas com transtorno dissociativo de identidade e outros transtornos dissociativos especificados.”

Outra internauta respondeu, dizendo que a série poderia causar “muitos danos às pessoas com transtorno dissociativo de identidade”, especialmente porque “transtorno de personalidade múltipla é um termo desatualizado” e não estava sendo reconhecido.

Os usuários do Twitter chamaram seus seguidores e os encorajaram a “não apoiar nenhuma obra que demonize os sistemas” e até iniciaram uma petição para chamar a atenção dos produtores da série.

Alguns usuários como explicaram por que a série pode ser problemática.

É um esforço para se concentrar em “histórias inspiradoras” de pessoas aprendendo a viver com doenças mentais, mas a primeira temporada em si concentra-se na vida de um “estuprador condenado”.

“Milligan foi absolvido por seus crimes devido ao seu diagnóstico de transtorno dissociativo de identidade, mas ele ainda cometeu os crimes”, escreveu uma pessoa.

Tom Holland não compartilhou o anúncio ou respondeu à reação.

Na Marvel, Tom Holland volta como Peter Parker em Homem-Aranha: No Way Home. A estreia está marcada para dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio