Veja o que Príncipe Philip achava sobre The Crown na Netflix

Realeza britânico ganha o foco em série da plataforma de streaming

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A realeza britânica perdeu um dos nomes mais importantes em abril de 2021. O Príncipe Philip morreu aos 99 anos.

Na Netflix, uma história dramatizada dos monarcas é mostrada em The Crown. Para historiadores, a trama é, no mínimo, polêmica.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A história é centrada basicamente no casamento de Philip e da Rainha Elizabeth II. O The Sun afirma que os dois sempre recusaram a assistir ao seriado na Netflix.

Porém, Philip e a rainha sabiam sobre as tramas da série. O jornal comenta que o príncipe morto ficou “muito chateado” em como foi representado como um “mulherengo” que até chegou a ameaçar Diana.

A fonte também relata que a cena que mais o deixou magoado foi sobre a história da morte da irmã dele. The Crown coloca que Andrew, pai de Philip, o culpou pela tragédia, o que não seria verdade.

A Princesa Cecília morreu em um acidente de avião em 1937, quando visitaria o irmão. Inicialmente, Philip deveria ir vê-la, mas foi proibido por ter problemas na escola.

The Crown coloca que Andrew sempre culpou o filho pelo acidente. A biógrafa Sally Bedell Smith afirmou que isso nunca aconteceu e a tensão entre os dois não existiu.

Além da especialista, o biógrafo real Hugo Vickers também descreveu que Philip ficou “muito chateado” com The Crown.

Especialistas têm pedido

O The Sun trouxe um pedido dos mesmos historiadores. Há uma pressão para que a Netflix coloque avisos em The Crown sobre ser uma ficção.

“A representação é cruel e injusta. O mínimo que a Netflix pode fazer é colocado um alerta”, pediu Vickers.

Já Smith comentou que com a morte de Philip, o legado dele pode ser manchado por conta da trama. Assim, acredita que o aviso realmente é importante.

The Crown está confirmada para acabar na sexta temporada na Netflix. Uma informação é que o elenco será modificado a partir do quinto ano.

Como foi explicado no planejamento da plataforma, as duas temporadas finais de The Crown pegam a história da Rainha Elizabeth II na terceira idade. Porém, o seriado não deve chegar ao presente.

Além de Olivia Colman como protagonista, o elenco das terceira e quarta temporadas de The Crown conta com Tobias Menzies (Outlander, Game of Thrones) como o Príncipe Phillip, Erin Doherty (Call The Midwife) como a Princesa Anne, filha da Rainha Elizabeth e do Príncipe Philip, Josh O’Connor (Cinderela) como o Príncipe Charles na adolescência, Helena Bonham-Carter sendo a princesa Margaret, Ben Daniels (House of Cards) como o Lorde Snowden, fotógrafo britânico que se apaixonou por Margaret, e Charles Dance é Lord Mountbatten, o tio preferido do Príncipe Charles.

Na quarta temporada, Gillian Anderson, de Sex Education, aparece ainda como Margaret Thatcher, enquanto Emma Corrin é a princesa Diana.

“Esta série dramática segue a política, rivalidades e relacionamentos da rainha Elizabeth II, e os eventos que fizeram a história”, diz a sinopse de The Crown.

A quarta temporada de The Crown está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio