HBO Max fecha acordo e meta é superar Netflix em um quesito

WarnerMedia e Discovery anunciam fusão

Publicado em 5/17/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A WarnerMedia e a Discovery anunciaram a fusão das duas empresas. A nova companhia será liderada pelo CEO da Discovery, David Zaslav. O objetivo é competir diretamente com gigantes do streaming, como a Netflix e a Amazon Prime Video.

Zaslav revelou que a nova empresa gastará por volta de US$ 20 bilhões em conteúdo, mais do que a Netflix gastou em 2020 (US$ 17 bilhões). O tamanho da nova companhia é menor apenas que a Disney.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com essa fusão, as emissoras Discovery Chanel, The Food Network, HGTV, OWN, HBO, CNN, TLC, SCI, Animal Planet, Cartoon Network, HLN, Cinemax, TBS, TNT, dentre outras estarão todas sob mesmo teto.

Obviamente que a DC Entertainment, que faz parte da WarnerMedia, também é afetada pela fusão, mas detalhes sobre nova direção da companhia não foram especificados ainda.

Vale apontar que isso aumenta consideravelmente o catálogo do HBO Max, plataforma de streaming da Warner, que agora terá todo o conteúdo da Discovery e suas muitas emissoras. Isso quando o acordo for finalizado, é claro. As diretorias de ambas as companhias já aprovaram a fusão, mas ainda há trâmites legais a serem realizados.

Concorrência se aproxima da Netflix

A Netflix permanece como a maior gigante do streaming, mas a concorrência não está muito atrás. A Amazon Prime Video acumula um número impressionante de assinantes e já está bem próxima da plataforma concorrente.

Em carta anual do CEO da Amazon, Jeff Bezos, foi anunciado que o serviço Amazon Prime alcançou 200 milhões de assinantes. Isso inclui a Amazon Prime Video.

Em comparação, a Netflix alcançou 204 milhões ao fim de 2020, enquanto a Disney+ superou 100 milhões.

A Amazon Prime Video testemunhou grande aumento no número de assinantes graças a séries como The Boys, cuja audiência quase dobrou com a segunda temporada. O sucesso da série ocasionou na confirmação de uma derivada e na renovação para a terceira temporada.

Em 2020, a Amazon gastou aproximadamente US$ 11 bilhões em conteúdo, informa Narayan Liu, do CBR. Em 2019, a companhia havia gastado US$ 7,8 bilhões. Vale notar que isso inclui royalties da Amazon Music.

O serviço Amazon Prime inclui a entrega mais rápida, o Amazon Music e a Amazon Prime Video. Portanto, muitas pessoas podem assinar por outros serviços e não a plataforma de streaming de vídeo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio