Policial processa Netflix por causa de série famosa

Publicado em 27/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um policial retratado no documentário Making a Murderer está processando a Netflix. Andrew Colborn busca reparação por parte da plataforma de streaming, alegando que as pessoas agora acham que ele plantou evidências para incriminar Steven Avery e Brendan Dassey.

Um tribunal no estado do Wisconsin permitiu que ele seguisse adiante com o processo de difamação.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O documentário apresenta o argumento da defesa que a polícia pode ter plantado evidências incriminando Brendan Dassey e Steven Avery pelo estupro e assassinato de Teresa Halbach, em 2005.

Conforme informações do THR, o processo visa que o policial seja reparado por tais danos, além de que as “declarações e retratações falsas e errôneas sejam esclarecidas”.

O advogado de Colborn, Michael Griesbach, acrescentou que a série Netflix pode ter sido lucrativa, mas também acrescentou “outra camada de tragédia para o que já é um episódio doloroso para nossa comunidade”.

O julgamento do caso deve ocorrer nos próximos meses. Mais informações devem ser divulgadas em breve.

Making a Murderer está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio