Revelações chocantes que The Crown NUNCA mostrará na Netflix

Príncipe Harry volta a fazer sérias acusações contra a família real britânica

Publicado em 5/21/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A realidade prova ser mais chocante que a ficção. Quando se trata da família real britânica, The Crown, da Netflix, dificilmente conseguirá superar os eventos recentes da realeza.

A entrevista do príncipe Harry e de Meghan Markle à Oprah já abalou as estruturas da família real britânica. Mas o filho de Charles não parou por aí e fez mais sérias acusações contra sua família, em especial contra o pai.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No programa The Me You Can’t See, do próprio príncipe Harry e Oprah Winfrey, no Apple TV+, o marido de Meghan Markle fez mais revelações, dizendo que seu pai o fez sofrer durante a infância.

“Agora eu nunca vou ser intimidado até ficar em silêncio. Achei que minha família iria ajudar, mas cada pedido, aviso, seja o que for, acabou encontrando silêncio total, abandono total. Passamos quatro anos tentando fazer funcionar. Fizemos tudo o que podíamos para ficar lá e continuar fazendo o papel e fazendo o trabalho. Mas Meghan estava tendo dificuldades”, explicou o filho mais novo de Charles e Diana.

Harry disse que Meghan havia confessado a ele que queria se matar, quando estava grávida de Archie, em janeiro de 2019. Isso fez lembrar Harry de sua mãe, Diana Spencer.

“Meghan decidiu compartilhar comigo os pensamentos suicidas e os aspectos práticos de como ela iria acabar com sua vida”, disse Harry.

“Minha mãe foi perseguida até a morte enquanto mantinha um relacionamento com alguém que não era branco. E agora veja o que aconteceu. E tudo volta para as mesmas pessoas, o mesmo modelo de negócios, o mesmo setor. Eles não vão parar até que ela morra”, continuou Harry, referindo-se a Meghan Markle.

O príncipe falou sobre a forma como o pai, Charles, educou ele e seu irmão, William. Citando o fato de Charles ter sofrido quando era jovem, algo que vemos em The Crown.

“Ele costumava dizer a William e para mim: ‘Bem, foi assim para mim, então vai ser assim para você’. Isso não faz sentido. Só porque você sofreu, isso não significa que seus filhos tenham que sofrer. Na verdade, muito pelo contrário. Se você sofreu, faça tudo que puder para ter certeza de que quaisquer experiências negativas que você teve, você pode consertar para seus filhos”.

Lidando com a morte da mãe

O príncipe Harry também revelou que teve muita dificuldade para lidar com a morte de sua mãe e que se entregou à bebida e às drogas por muito tempo.

“Eu estava disposto a beber, estava disposto a usar drogas, estava disposto a tentar e fazer as coisas que me fizessem sentir melhor”, revelou ele,

Ele acrescentou que bebia “o equivalente a uma semana de álcool” em uma sexta-feira ou sábado à noite. “Não porque estava gostando, mas porque estava tentando mascarar alguma coisa”.

Há aproximadamente quatro anos Harry finalmente procurou terapia – uma decisão que ele disse ter sido inspirada por sua esposa, Meghan Markle.

“Foi conhecer e estar com Meghan. Eu sabia que se não fizesse terapia e me curasse, iria perder essa mulher com quem eu poderia passar o resto da minha vida ”, disse Harry a Winfrey.

“Aprendemos muito logo no início do nosso relacionamento. Ela ficou chocada ao voltar aos bastidores da família real britânica. Quando ela disse: ‘Acho que você precisa ver alguém’, foi em reação a uma discussão que tivemos. E nessa discussão, sem saber sobre isso, eu voltei para o Harry de 12 anos”.

The Me You Can’t See está disponível no Apple TV+. Já The Crown pode ser assistido na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio