Stranger Things e It: A Coisa estão no mesmo universo; veja teoria

Fãs da Netflix encontraram várias ligações entre as duas famosas produções

Publicado em 29/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Stranger Things tem alguns mistérios na Netflix. Muitos estão no Mundo Invertido, que agora também é ligado com It: A Coisa por fãs.

Uma teoria na rede social uniu as duas produções. Mesmo criadas por pessoas diferentes, internautas acham que a produção da Netflix está no mesmo universo da história de Pennywise, do escritor Stephen King.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa sugestão nasceu ainda na segunda temporada de Stranger Things. Quando Will ainda tem pesadelos com o Mundo Invertido, Bob diz para ele enfrentar isso “como se fosse um palhaço”.

Logo, espectadores pensaram em Pennywise de It: A Coisa. Os Irmãos Duffer, que criaram o seriado na Netflix, negaram a teoria.

Porém, logo depois, os fãs encontraram ainda mais ligações entre Stranger Things e It: A Coisa.

Mais ligações

A ligação seria o próprio Mundo Invertido. Na série NOS4A2, outra do universo de Stephen King, é confirmado que o vilão Charlie Manx tem o poder de criar a própria realidade dele.

Pennywise seria mais um desses seres com esse mesmo poder. Assim, fãs começaram a colocar que o Devorador de Mentes de Stranger Things tem simplesmente essa mesma habilidade.

A sugestão mostra que o Mundo Invertido tem tudo para ser um desses lugares. Essa realidade é assustadora, conta com monstros e morte. Além disso, se o ser escapa dela, o mundo “real” é severamente prejudicado.

Outro ponto é que as pessoas podem sair e entrar desses lugares. Por fim, todos são cenários que existem no mundo físico, mas que foram tomados pelos seres quando são usados nessas realidades.

Apesar da teoria muito interessante, não há qualquer confirmação de que Stranger Things e It: A Coisa estão no mesmo universo.

Stranger Things tem três temporadas na Netflix. Enquanto isso, It: A Coisa pode ser conferido em plataformas digitais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio