The Big Bang Theory teve coragem de fazer o que Two and a Half Men não conseguiu

Séries tiveram decisões completamente diferentes diante da saída de seus protagonistas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Havia outras coisas que contribuíram para o final de The Big Bang Theory, mas todas essas não importavam, porque não teria sobrevivido à saída de Jim Parsons. Meses antes de retornar para sua décima segunda temporada, foi anunciado que a sitcom estava encerrando sua jornada.

Isso foi um choque, já que a CBS acabara de expressar sua intenção de encomendar pelo menos mais uma temporada e, considerando como manteve sua popularidade ao longo dos anos, fazia sentido que a rede estivesse mais do que disposta a pagar ao elenco uma quantia exorbitante de dinheiro apenas para o seriado pudesse continuar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Infelizmente, isso não importava. Parsons havia perdido o interesse em interpretar Sheldon Cooper e estava pronto para deixar The Big Bang Theory. Posteriormente, o ator explicou como tomou sua decisão: segundo ele, ele sentiu que eles fizeram tudo que podiam com seu personagem, e não havia mais nada que eles não tivessem tentado.

Enquanto Parsons queria ir embora, Kaley Cuoco e Johnny Galecki estavam mais do que felizes em voltar para a décima terceira temporada. Em vez de continuar o seriado com um elenco incompleto, no entanto, todos decidiram que era melhor que a sitcom acabasse de vez.

A escolha de Parsons foi considerada a principal razão para o final de The Big Bang Theory, mas em uma entrevista recente, Mayim Bialik revelou que havia outros elementos que contribuíram para o encerramento da sitcom após 12 temporadas.

Isso, compreensivelmente, despertou o interesse de muitos. Entre o resto do elenco querendo continuar e a CBS aberta para o pedido da décima terceira temporada de The Big Bang Theory, não parece haver qualquer outra razão para o cancelamento do programa além da saída de Parsons.

Bialik também disse em sua entrevista que o público pode nunca saber sobre esses outros motivos, mas, em retrospectiva, eles realmente não importam.

Série terminou junto com a saída do protagonista

A perda de Sheldon por si só foi uma razão mais do que suficiente para o fim de The Big Bang Theory. Embora tenha começado como um seriado de grupo, aos poucos ficou claro que o gênio socialmente inepto era o verdadeiro protagonista da história.

Muitas das narrativas semanais giram em torno dele e de suas aventuras, e nas raras ocasiões em que ele não é o ponto focal de um episódio, ele ainda desempenhou um papel intrínseco em como se desenrolou.

Em suma, The Big Bang Theory teve a coragem de fazer o que Two and a Half Men não conseguiu: dar um fim a tudo junto com a saída do ator principal. No caso da segunda série, os produtores tentaram continuar por mais temporadas, suprindo a ausência de Charlie Sheen, mas é inegável que não tiveram muito sucesso.

No Brasil, tanto The Big Bang Theory quanto Two and a Half Men são exibidas pela Warner Channel. Já no streaming, a primeira está no Globoplay, enquanto a segunda faz parte do catálogo do Amazon Prime Video.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio