Veja como Castlevania engana fãs na Netflix

Ao contrário do que muitos fãs pensam, Drácula nunca foi o grande vilão da história

Publicado em 28/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers!

Com a série Castlevania da Netflix concluída, oferece muitas revelações, sendo uma delas que Drácula nunca foi o verdadeiro vilão da série. Enquanto ele serve como um antagonista por duas das quatro temporadas, seus planos originais para a guerra na verdade criaram personagens muito mais malvados do que ele jamais poderia ter sido.

Enquanto Drácula estava vivo, ele se casou com Lisa e teve um filho, Alucard. Lisa trabalhava com medicina, e enquanto curava outras pessoas, ela foi alvo do povo de Targoviste, acreditando que ela era uma bruxa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com o Drácula incapaz de resgatá-la, as pessoas a queimaram na fogueira por medo. Concentrando sua dor em raiva, Drácula massacrou a cidade por vingança, iniciando uma longa guerra contra a humanidade.

Na segunda temporada, o exército de vampiros de Drácula incluiu a intrigante Carmilla e outros líderes vampiros em todo o mundo. Já que a grande vingança de Drácula nasceu da tristeza e da raiva, ele não tinha o mesmo desejo dos outros vampiros, que queriam escravizar a humanidade. Em vez disso, ele prefere morrer para ficar com Lisa.

Isso foi evidenciado no sétimo episódio da segunda temporada, “For Love”, quando Alucard confrontou seu pai e disse a ele: “Você morreu quando minha mãe morreu; você sabe que morreu. Toda essa catástrofe não foi nada além do mais longo bilhete suicida da história!”

No final, Drácula realizou seu desejo após perceber o monstro que ele havia se tornado e permitiu que Alucard o empalasse no coração, mas com sua morte, os verdadeiros vilões aproveitaram suas oportunidades.

Muitos vampiros, incluindo Carmilla, acreditavam que Drácula era incapaz de governar e desejavam tomar seu lugar. Após sua morte, um vácuo de poder foi criado, do qual Carmilla e suas irmãs vampiras se aproveitaram.

Os planos de Carmilla envolviam escravizar a humanidade e usá-la como gado. No entanto, ao apresentar seus planos reais para Lenore, tornou-se evidente que ela queria conquistar o mundo por despeito contra os homens no poder que a injustiçaram.

Ao longo dos anos, seu trauma e desejo de poder infeccionou, torcendo sua mente até que seus planos evoluíram para se tornar tão perigosos quanto os de Drácula, mas ao contrário de Drácula, os planos de Carmilla foram alimentados por um desejo de poder e vingança ao invés de dor e tristeza.

As duas últimas temporadas de Castlevania, da Netflix, também revelaram que alguns dos piores vilões da série não são vampiros; eles são aqueles que adoravam o Drácula ou são apenas maus por natureza.

O monge Sala, que residia na cidade de Lindenfeld, não queria nada mais do que trazer o Drácula de volta dos mortos e estava disposto a sacrificar uma cidade inteira para isso.

Isso estava transparecendo sob o nariz do líder da cidade, o Juiz, que muitas vezes levava crianças para a floresta e as prendia em uma cova, levando seus sapatos como lembrança depois que morriam.

Devido ao quão longe eles iriam para cumprir seus desejos, esses inimigos mostraram uma imprevisibilidade que os torna uma ameaça maior do que Drácula, como apontado por um artigo do Comic Book Resources.

Drácula nunca foi o grande vilão da história

Embora o plano de Drácula fosse sem dúvida nefasto, a temporada final encontrou uma ameaça que poderia facilmente superar isso.

Como a personificação física da morte, a entidade sobrenatural procurou reviver Drácula para que seu plano pudesse continuar e as incontáveis ​​vidas perdidas pudessem alimentar sua fome. No final das contas, seu plano falhou, mas conseguiu mostrar o quão malvada a Morte era comparada ao homem que estava tentando reviver.

Embora ele tenha sido um atormentador durante a primeira metade da série, a maldade de Drácula não poderia se comparar àquela que veio depois dele. O final mostra ele e Lisa escondidos juntos, provando que ele nunca foi o verdadeiro vilão da série, apenas um homem sofrendo que só conhecia a violência como resposta.

Castlevania foi estrelada por Richard Armitage como Trevor Belmont, Alejandra Reynoso como Sypha Belnades, James Callis como Alucard, Theo James como Hector, Adetokumboh M’Cormack como Isaac, Jaime Murray como Carmilla, Jessica Brown Findlay como Lenore, Bill Nighy como St. Germain, Jason Isaacs como o Juiz e Rila Fukushima como Sumi.

Toda a série está disponível agora na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio