Virgin River engana fãs na Netflix; veja por quê

Confira o que a série mais mudou em relação aos romances originais

Publicadohá pouco tempo
Por Victor
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Virgin River da Netflix é um seriado querido dos fãs, baseado em uma série de romances da autora Robyn Carr.

Situada na pequena cidade do norte da Califórnia, da qual a série leva o nome, a série dramática é estrelada por Alexandra Breckenridge como Melinda “Mel” Monroe, uma enfermeira e parteira de Los Angeles que se mudou para Virgin River em busca de um novo começo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela acaba com mais do que esperava, porém, quando se apaixona pelo bonitão e confiável Jack Sheridan (Martin Henderson), um ex-fuzileiro naval e proprietário de um restaurante e bar local.

Se você é fã do programa e está pensando em ler os livros (ou o contrário!), deve saber que a série não segue os romances de Carr com tanta fidelidade. Na verdade, o programa mudou vários coisas ao longo do caminho.

Às vezes, essas mudanças são práticas e foram feitas por necessidade, enquanto às vezes são feitas para adicionar mais drama ao processo. De todas as diferenças entre a série e os livros de Virgin River, aqui está a mais importante.

Os livros são muito mais românticos e adultos

Como muitos romances, os livros de Virgin River são todos escritos com “felizes para sempre” em mente, porque as histórias de amor dos personagens estão mais ou menos concluídas no final de cada romance e não importa muito o que lhes aconteça depois que se juntam. A TV não funciona assim.

Assim como os escritores da série tiveram que combinar histórias de vários livros para criar uma narrativa equilibrada com personagens suficientes para preencher a pequena cidade no centro da história, os escritores foram novamente forçados a desviar da página e adicionar em elementos muito mais dramáticos para manter as histórias dos personagens em movimento.

Afinal, a primeira temporada não pode terminar com Mel e Jack vivendo felizes para sempre – para onde iria a série?

Assim, embora o romance ainda seja central na história de Virgin River, vários obstáculos narrativos foram adicionados à história para manter os personagens separados por mais tempo ou para mantê-los avançando, mas em um ritmo mais lento (ou seja, a gravidez de Charmaine, Jack levando um tiro).

Isso resulta em um seriado que é mais dramático do que romântico por natureza.

Além disso, os livros, como a maioria dos romances, são direcionados ao público adulto e apresentam muito sexo entre os personagens.

Sem surpresa, o seriado ameniza um pouco isso para manter as coisas livres para a maioria dos públicos, o que significa que você não precisa se preocupar com alguém entrando na sala enquanto você está assistindo à série.

No Brasil, Virgin River está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio