Disney quer fazer nova série do Chaves, diz jornal

Acordo pode ter sido firmado entre a Casa do Mickey e grupo Chespirito

Publicado em 22/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Chaves pode ganhar novidades em breve. A Disney se associou ao grupo Chespirito para produzir uma nova versão da famosa série de comédia.

Segundo informações do Clarín, as duas companhias fecharam um acordo, que será anunciado oficialmente nos próximos dias.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A intenção, segundo o jornal, é fazer um remake de Chaves, mas com atores mirins no lugar dos clássicos personagens. Com isso, Chaves, Quico, e outros, serão vividos por crianças, ao invés de adultos vestidos com roupas infantis.

Essa nova série será, supostamente, exibida pelo Disney+. Esse acordo marca o aniversário de 50 anos da franquia, que alcançou fãs em todo o mundo.

Com esse acordo firmado, é possível que, futuramente, Chaves chegue ao Disney+, embora não seja garantido no Brasil.

Não há data de estreia para a nova série de Chaves. Por sinal, é melhor aguardar uma confirmação oficial por parte da Disney.

Chaves na Globo

Foi-se o tempo em que as novelas mexicanas eram marca registrada do SBT. Agora a Globoplay terá clássicos como A Usurpadora e Maria do Bairro. Chaves pode estar junto desse novo pacote.

Conforme Luiz Prisco, do Metrópoles, a Globo negocia para acrescentar a famosa série de comédia ao catálogo da sua plataforma de streaming. Por enquanto, sabe-se que estão negociando pacotes de episódios tanto de Chaves, quanto de Chapolin.

Segundo o site, a intenção é acrescentar episódios de ambos os programas em outubro, em razão do dia das crianças, no dia 12 desse mês.

A negociação ocorre entre o Grupo Globo e os herdeiros de Roberto Bolaños, intérprete do Chaves e do Chapolin. Planeja-se que os episódios sejam acrescentados apenas ao Globoplay, portanto exibições na TV aberta devem ficar de fora.

Tendo em vista a popularidade desses programas no Brasil, até hoje, isso certamente fortaleceria a plataforma de streaming da Globo, que visa competir com gigantes como a Netflix, Amazon Prime Video, Disney+ e, muito em breve, o HBO Max.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio