Publicidade

Contém spoilers

Katla: Explicamos o fim da misteriosa série da Netflix

Saiba se a verdadeira Grima sobreviveu ao desfecho da 1ª temporada

Publicado por Alexandre Guglielmelli

21/06/2021 19:30

Nos últimos anos, produções internacionais começaram a fazer o maior sucesso na Netflix, ameaçando a hegemonia de filmes e séries de língua inglesa. De hits espanhóis como La Casa de Papel a aclamadas produções alemãs como Dark, a plataforma conta com conteúdos para todos os gostos.

Recentemente, a Netflix lançou a produção islandesa Katla, que ofereceu aos espectadores um olhar diferenciado sobre um país pouco conhecido internacionalmente.

A série fez o maior sucesso, e tem tudo para ser renovada para mais uma temporada! Alguns fãs, no entanto, terminaram Katla com grandes dúvidas sobre o final.

Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre o desfecho de Katla na Netflix; confira!

Grima está viva no final de Katla?

O final de Katla foca principalmente na trama de Grima, a protagonista da produção.

No último episódio, a personagem calmamente pergunta para sua versão “cinza” sobre suas próprias memórias, tentando decifrar a fonte dos misteriosos humanoides.

Enquanto outros residentes da cidade parecem felizes por ter Asa de volta, e até mesmo Thor começando a aceitar a “Gunhild Cinza” como mãe de seu filho, Grima continua tentando convencer as pessoas que os “cinzas” são impostores.

A personagem encontra apoio com Darri e sua esposa Rakel, cujo filho impostor matou um casal de idosos.

Com a ajuda de Grima, Darri coleta amostras de rocha debaixo da geleira, e percebe que no local está enterrado um misterioso meteoro com propriedades de geração de vida.

O personagem teoriza que o meteoro é o responsável pela criação dos clones “cinza”, e se convence que o “Mikael Cinza” não é seu filho, afogando-o no mar em seguida.

Grime informa a Asa-Cinza que não é sua irmã verdadeira, já que o corpo dela havia sido descoberto. Com a revelação, Asa anda em direção ao mar, cometendo suicídio.

Depois, a protagonista decide voltar para a casa para confrontar a Grima-Cinza. As duas eventualmente decidem resolver a questão de quem vive e quem morre com um perigoso jogo de Roleta Russa.

A cena final mostra uma Grima feliz, rodeada pelo marido e pai, tocando piano. Antes dos créditos, Katla mostra uma montagem de silhuetas humanoides de pedra no subsolo. Aparentemente, as figuras também ganharam vida, e devem invadir a cidade na segunda temporada.

O clímax do episódio final – um jogo tenso de Roleta Russa com as “duas” Grimas – deixa o público sem saber qual das personagens morreu e qual sobreviveu.

Inicialmente, a série deixa claro que a Grima de verdade é a que senta no canto direito, usando uma roupa marrom, enquanto a Grima-Cinza está no canto esquerdo, com uma blusa azul.

As tomadas próximas ao rosto das personagens tornam impossível saber qual das duas morreu, a não ser quando analisamos os cliques no cano da arma no momento que as “Grimas” puxam o gatilho.

A Grima real vai primeiro e puxa o gatilho em um cano vazio. A Grima-Cinza, subsequentemente, também coloca a arma na cabeça e puxa o gatilho, encontrando também o cano vazio.

O jogo continua até a Grima Real sobreviver à quinta puxada do gatilho. Isso significa que o único tiro fatal sobrou para a Grima Cinza.

Ou seja, quem sobrevive à Roleta Russa é a Grima Real! A trama com certeza será abordada com mais profundidade em uma possível segunda temporada.

Katla já está disponível na Netflix! Com as informações acima, você pode assistir mais uma vez ao episódio final, desta vez com um novo olhar.

Publicidade