Mal pagos e desvalorizados, criadores de Selena: A Série detonam Netflix

Após lançamento de duas temporadas, seriado sobre cantora vira alvo de polêmica no serviço

Publicado em 12/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Selena: A Série é alvo de uma polêmica na Netflix. O LA Times revelou uma alegação grave de produtores e escritores do seriado sobre a cantora Selena Quintanilla.

O grupo alega que foi mal pago e a Netflix não tratou o projeto de forma igual a outras atrações. Apesar de ter sido encomendada originalmente como produção dos Estados Unidos, logo virou um original latino do serviço.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com isso, o orçamento por episódio teria sido reduzido. Com duas partes, Selena: A Série teria um gasto de US$ 2 milhões (R$ 10 milhões) por capítulo.

Enquanto isso, há séries, como The Crown, que custam até R$ 13 milhões (R$ 66 milhões) por episódio. O produtor executivo Henry Robles comentou o que sentiu com as decisões sobre o projeto.

“A série passou o que Selena passou. No começo, ela queria cantar em inglês. Mas, as pessoas não sabiam o que fazer com ela. A indústria da música não sabia como categorizá-la ou esperavam certas coisas porque ela tinha origem mexicana. E é similar à série”, contou o produtor.

Gladys Rodriguez entrou na série como consultora sobre a vida de Selena. A produtora e roteirista diz que está com “um pouco de estresse pós-traumática” após o trabalho na Netflix.

“Eu deveria ter visto todos sinais. Eu senti que nosso trabalho foi desvalorizado desde o início. Nunca nos foi dado uma chance. Representatividade é o que queremos, mas vai além disso – queremos ser tratados igualmente”, destacou Gladys.

Mais problemas na Netflix

Selena: A Série também passa por alegação de que roteiristas não receberam como em outros projetos. O LA Times comentou que profissionais dizem ter recebido de 30% a 50% a menos que em outros seriados.

O Sindicato de Roteiristas dos Estados Unidos tem regras sobre o pagamento. Ele varia conforme o orçamento por episódio das séries.

A faixa estipulada em Selena: A Série permite que a Netflix negocie os acordos. Um porta-voz da empresa respondeu ao jornal que “os roteiristas foram compensados de maneira justa baseado nas cotas negociadas por representantes dos EUA”.

Outra reclamação foi a demanda de trabalho. Os escritores criaram 18 capítulos em quatro meses.

Selena: A Série conta a trajetória de vida da cantora que foi fenômeno nos anos 1990. Christian Serratos, de The Walking Dead, é a estrela.

A produção conta com duas temporadas na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio