O MCU vai mudar para sempre por causa da série Loki

Série para o Disney+ deve ter grande importância para o futuro do universo cinematográfico

Publicado em 9/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando a linha de TV da Marvel se espalhou por uma série de serviços de streaming e redes de transmissão, a franquia de televisão existia em grande parte fora da vasta estrutura interconectada do MCU, onde existem os grandes personagens como Capitão América, Homem de Ferro, Loki, Thanos e outros.

Quando Demolidor estreou na Netflix, havia uma referência casual em uma cena ou outra, mas não muito mais. Então Kevin Feige assumiu a Marvel TV, começou a montar uma linha de séries para o Disney+ e tudo começou a mudar (via Digital Spy).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

WandaVision estreou no final de 2020 como uma exploração não apenas da dor de Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen), mas do potencial inexplorado das séries com conexões diretas ao MCU.

Até mesmo apresentou Evan Peters em uma enganosa tentativa de começar a fundir o universo dos X-Men da Fox com o grande ecossistema da Marvel.

Embora Mercúrio (Peters) possa ter sido falso, a série terminou com a transformação de Wanda na Feiticeira Escarlate, com consequências potencialmente destruidoras do universo. Os X-Men estão chegando – é só uma questão de quando.

Falcão e o Soldado Invernal pode não ter introduzido o potencial para o Armagedom induzido por magia, mas usou a experiência de Sam Wilson (Anthony Mackie) como um super-herói negro para examinar o racismo sistêmico, antes de finalmente dar a Sam a chance de se tornar o verdadeiro sucessor de Steve Rogers (Chris Evans) como Capitão América.

Mesmo com todo esse impacto, parece que a série do Loki, estrelando Tom Hiddleston, pode ser ainda mais significativa do que as outras duas séries do Disney+ – pelo menos de acordo com Kevin Feige, e ele sabe o que diz.

O MCU nunca mais será o mesmo

Loki, como personagem, tem a quebra do universo em seu DNA. Esta encarnação de Loki não é apenas um deus da travessura; ele não é nem mesmo o Loki com quem temos lidado na Saga do Infinito, que concluiu com Vingadores: Ultimato.

A série do Loki segue a versão de Loki que escapou das garras dos Vingadores após os eventos de seu primeiro filme combinado, graças a algumas travessuras no tempo (como mostrado em Vingadores: Ultimato).

De certa forma, este Loki já é uma figura de universo paralelo – nós simplesmente não sabemos o que isso significa para o MCU, se é que significa alguma coisa.

Embora Kevin Feige possa estar de boca fechada sobre os detalhes, ele quer que os fãs da Marvel saibam que Loki não é um tipo de história isolada – será importante para o resto do MCU de uma forma que nenhuma outra série da Marvel foi antes.

“É tremendamente importante”, disse Feige em uma entrevista à Empire (via Dany Roth, do Looper).

“Talvez tenha mais impacto no MCU do que qualquer um dos seriados até agora. O que todos pensaram sobre WandaVision, e era meio que verdade, e Falcão e o Soldado Invernal, que era meio que verdade, é ainda mais verdade para Loki.”

Talvez deixando sair um pouco de seu próprio Loki interior, Feige continuou, dizendo: “Você quer ver, depois de seis horas ou mais, os personagens mudarem e evoluírem. Não fazemos esses programas para não serem radicais, certo?”

O MCU ainda será o que conhecemos após os seis episódios de Loki? Teremos que acompanhar a série para saber.

Loki, da Marvel, está agora disponível no Disney+. Um novo episódio é lançado por semana no serviço de streaming.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio