Publicidade

Deu ruim para a AMC

Série da Netflix supera The Walking Dead como a melhor de zumbis da atualidade

2ª temporada de Black Summer fez grande sucesso na plataforma e conquistou fãs no mundo todo

Publicado por Alexandre Guglielmelli

23/06/2021 19:30

Black Summer é uma das séries de terror mais conhecidas da Netflix! A exemplo de sucessos como The Walking Dead, a produção é ambientada em um apocalipse zumbi, trazendo uma história emocionante e repleta de reviravoltas.

Em um mundo repleto de séries de zumbis, Black Summer pode até ter passado despercebida por fãs do gênero. No entanto, a produção é uma sólida história de sobrevivência ambientada nos primeiros dias após a volta dos mortos.

A série é focada em uma mãe tentando reencontrar sua filha no meio do banho de sangue. Black Summer foi elogiada por Stephen King por sua trama, e mesmo escorregando em alguns aspectos, consegue dar ao público uma história interessante e criativa.

Com o lançamento da segunda temporada, Black Summer passou de uma produção relativamente desconhecida a uma das melhores séries de zumbi da atualidade, pelo menos de acordo com a análise da revista Forbes.

Confira abaixo!

O sucesso de Black Summer na Netflix

Sem nenhuma dúvida, as séries de zumbis representam um mercado bastante saturado, principalmente após as 10 temporadas de The Walking Dead.

Black Summer, na Netflix, se destaca por apresentar uma história original e subverter alguns dos clichês mais prevalentes do gênero.

Black Summer é uma das melhores séries de zumbis da atualidade. Ela representa tudo que The Walking Dead perdeu com o passar dos anos, algo que provavelmente nunca conseguirá recuperar”, afirma a análise da revista Forbes.

Segundo a publicação, o segredo do sucesso de Black Summer é a maneira que a série é filmada, com tomadas próximas e pessoais, marcadas pelo movimento intenso e grande nível de adrenalina.

Na primeira temporada, a estratégia gerou algumas cenas tremidas, o que não agradou parte dos fãs. No segundo ano, a produção consegue calibrar o estilo de filmagem e criar uma trajetória bem mais coerente.

Além disso, Black Summer é ambientada logo após o primeiro retorno dos mortos, não na fase da “reconstrução”, a qual The Walking Dead e seus derivados continuaram presos por anos.

A produção também apresenta um aspecto e caráter bem mais pessoal e emotivo, diferenciando-se de grandes blockbusters de ação como Invasão Zumbi e Army of the Dead.

Na segunda temporada de Black Summer, são raras as cenas que mostram mais de um zumbi por vez. Mesmo assim, as criaturas não perdem seu tom ameaçador, representando as principais ameaças aos sobreviventes.

Essa é outra diferença entre Black Summer e The Walking Dead, já que nos últimos anos a série da AMC focou muito mais em vilões humanos.

Um dos melhores episódios da 2ª temporada da produção da Netflix mostra o que aconteceu na casa em que Rose e a filha se abrigam.

Completamente separado das outras tramas da série, o terceiro episódio explica exatamente o que causou a morte de tantas pessoas, providenciando uma resposta surpreendente para o público.

A conclusão é que Black Summer merece ganhar mais a mais temporadas, caso continue com o mesmo nível de qualidade apresentado nos episódios do segundo ano.

Fãs esperam que a Netflix não analise apenas as métricas de audiência, mas também a qualidade geral de Black Summer para decidir se renova a produção para uma terceira temporada ou bate o martelo e cancela a série.

A segunda temporada de Black Summer já está disponível na Netflix.

Publicidade