Publicidade

Verdade é chocante

Sweet Tooth: De onde vem o vírus? Explicamos mistério da série da Netflix

Quadrinhos da DC já tem as respostas dos mistérios da série

Publicado por Guilherme Coral

05/06/2021 18:30

Alerta de spoilers!

Sweet Tooth, na Netflix, apresenta uma sociedade acometida por um terrível e incurável vírus. Essa doença apareceu ao mesmo tempo que os híbridos, criaturas que basicamente são misturas de homens com animais.

Mas eles estão conectados? Ou os sobreviventes da humanidade culpam esses híbridos por nenhuma razão? Felizmente, os quadrinhos originais da DC têm a resposta para essa questão.

Durante boa parte da primeira temporada, a história de origem de Gus somente foi abordada vagamente. Tudo o que sabemos é que não há outros híbridos de humanos com cervos como ele.

Além disso, a idade de Gus sugere que ele nasceu um ano antes do vírus atingir a humanidade, o que faz dele o primeiro híbrido, até onde sabemos.

No fim desse primeiro ano, descobrimos que Bertie, a mãe do protagonista, está viva e mora no Alaska. É seguro dizer que ela busca uma forma de curar a doença que vemos no seriado da Netflix.

Quem já leu os quadrinhos, sabe que o Alaska é uma localização importante para a história, que está conectada diretamente ao vírus. Não sabemos ainda, contudo, se o restante da série vai adotar as revelações das HQs da DC.

Veremos, abaixo, que revelações de Sweet Tooth são essas.

Revelações

Por muito tempo, os quadrinhos de Sweet Tooth esconderam as respostas para os seus maiores mistérios. Foi somente na edição 26 que as origens do vírus foram reveladas e a explicação é bastante maluca.

Vemos flashbacks de 1911, que mostram um médico em treinamento, chamado James Thacker. Ele está em missão no Norte, onde pretende encontrar e resgatar o noivo da sua irmã, Louis Simpson, desaparecido há meses.

Ao chegar no Alaska, James encontra que o navio de Louis está abandonado e logo ele encontra uma igreja cheio de cadáveres mortos por alguma doença. Louis, no entanto, é encontrado. Ele estava vivendo com as pessoas nativas do local.

Ele se apaixonou e eventualmente foi aceito pela tribo local, até entrar em uma caverna sagrada, na qual somente o shaman poderia entrar. Lá dentro, ele encontra velhos ossos de híbridos. Acreditava-se que eles eram deuses em formas físicas, incluindo um com galhadas.

Depois de entrar no local proibido, Louis tentou consertar tudo, mas era tarde demais. O vírus foi liberado e matou todos no local. Ao ficar sabendo da verdade, James decide matar o bebê de Louis, que também é híbrido e se parece com Gus.

Por um século, essa doença não afeta o resto da humanidade. Isso tudo muda quando Fort Smith descobre a mesma caverna e decide fazer experimentos com o que encontra lá, liberando o vírus pelo mundo, junto das novas crianças híbridas.

Assim sendo, os híbridos não causaram a doença, mas estão diretamente ligados à ela. Aparentemente, ela é uma forma de castigo divino.

Sweet Tooth está disponível na Netflix.

Publicidade