Cena de nudez em Sex/Life tem erro que fãs não notaram

A cena do nu frontal de Adam Demos na série da Netflix apresenta um pequeno erro de continuidade

Publicado em 5/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cena de nudez do ator Adam Demos em Sex/Life é o que todos os fãs estão comentando nas redes sociais no momento. O que ninguém parece ter percebido é que há um grande erro de continuidade nela envolvendo uma tatuagem.

Durante um flashback em um episódio de Sex/Life, descobrimos que Brad (Demos) fez uma tatuagem de duas pequenas abelhas no lado superior direito de sua virilha. Essas abelhas simbolizam o seu relacionamento com Billie.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais tarde, Brad revela a Billie durante um bate-papo on-line que ele manteve a tatuagem, já que as abelhas representam seu amor eterno por Billie. Então, para onde foi essa tatuagem durante a cena no chuveiro?

Uma espectadora escreveu no Twitter: “Não que eu tenha assistido mais de uma vez ou pausado, mas alguém está se perguntando onde está a tatuagem durante a cena do banho? Nem mesmo aquilo pode me impedir de pensar em consistência.”

Confira abaixo um print (censurado, é claro) que mostra que a tatuagem realmente não aparece na cena do banho. Você estava distraído demais para perceber, não é?

Sex/Life na Netflix

A série vem de B. B. Easton, a psicóloga escolar que se tornou autora cujo livro de memórias, 4 Homens em 44 Capítulos, foi recebido com uma recepção calorosa e críticas excelentes quando chegou às estantes em 2016.

Tão calorosa foi a recepção e tão notáveis foram as análises que sua história foi comprada pela Netflix, com uma série de oito episódios sendo encomendada em 2019.

A história de Sex/Life é mais ou menos assim:

“Sarah, a protagonista da série, é, no momento presente, uma mãe suburbana com uma vida confortável. Dito isso, há algo faltando – como a paixão erótica incandescente de sua juventude, passada se aventurando com motoqueiros, baixistas e outros caras perigosos.”

“Ela se tornou uma versão de si mesma digna do casamento e isso é um problema”, disse Stacy Rukeyser, a roteirista do seriado, à Entertainment Weekly.

“Ao esconder uma grande parte de si mesma de seu marido Cooper e esconder seu desejo, ela criou um problema para si mesma. Ela conseguiu o cara, mas a que custo? O custo é negar uma parte dela que está adormecida há um tempo e precisa ser homenageada, celebrada e cuidada, porque é uma parte real dela”, completou a escritora.

Dessa disjunção pessoal vem uma série de flashbacks e fantasias, explorando o que Sarah realmente quer de sua vida e se desistir de seu lado selvagem valeu a vida tranquila de uma esposa e mãe.

Sex/Life está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio