Criadora explica o fim de Atypical na Netflix

Desfecho da série dialoga com seus primórdios de maneira emocionante

Publicado em 12/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de spoilers!

Atypical chegou ao fim com sua quarta temporada, que já está na Netflix. A criadora e showrunner da série, Robia Rashid, explicou os momentos finais do programa.

Obcecado com pinguins e suas pálpebras desde pequeno, os momentos finais do último episódio mostram Sam Gardner e seu pai, Doug, em viagem à Antártida a fim de realizar o sonho da vida do garoto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Inicialmente planejada como o fim da segunda temporada, essa cena foi deixada para o fim da série e Robia Rashid explicou o porquê disso.

O final explicado

“Deixamos isso para o fim, então sabíamos desde o começo como seria o fim”, disse a criadora de Atypical ao TV Line. “Não planejávamos que Doug estivesse com ele, mas isso acaba fechando de forma redonda, tendo em vista como Doug e Sam começaram a série”.

“Eles começaram não se sentindo muito conectados, sem qualquer coisa em comum. Mas eles não vão para a Antártida juntos por causa do medo do pai. Doug não vai para ficar de olho em Sam. Ele vai porque quer passar um tempo com seu filho, e porque ele está curioso”, continuou Rashid.

A criadora de Atypical acrescentou que é “muito legal ver alguém no espectro de autismo fazendo algo tão grandioso e ambicioso, não somente para alguém no espectro, mas para qualquer um”.

Todas as temporadas de Atypical já estão disponíveis na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio