Publicidade

Retorno às origens

Mestres do Universo muda história do desenho de He-Man

Uma referência da série só os fãs de verdade vão entender

Publicado por Guilherme Coral

26/07/2021 14:12

Alerta de spoilers

O primeiro episódio de Mestres do Universo: Salvando Eternia, da Netflix, traz de volta um aspecto clássico da espada do He-Man: ela é formada de duas outras espadas, com isso ele faz grandes alterações em relação ao desenho clássico.

A série da Netflix começa com o Esqueleto invadindo o castelo de Grayskull. O vilão tenta roubar o Orbe do Poder, fonte da magia em Eternia. Infelizmente, ele acaba colocando o Universo em risco ao quebrar o orbe e cabe a He-Man absorver a magia por meio da Espada do Poder.

Com isso, a espada acaba separando-se em duas e a identidade secreta de He-Man é revelada e todos veem que ele é o príncipe Adam.

De voltas às origens

Isso vem direto da primeira história de He-Man, antes da série animada, quando foram criados os brinquedos de Mestres do Universo (que acabou gerando quadrinhos e livros infantis).

Nessas histórias, He-Man e o Esqueleto usavam duas espadas que, combinadas, formavam a Espada do Poder. Ela funcionava como chave para a ponte do Castelo de Grayskull. Esse conceito nunca foi utilizado na série original.

Ao mostrar que a espada é formada por duas outras, Mestres do Universo: Salvando Eternia retorna às origens da franquia, mostrando que os roteiristas realmente conhecem o material base.

Mestres do Universo: Salvando Eternia está disponível na Netflix.

Publicidade