Publicidade

Estreias inusitadas

Netflix e Globo lançam programas bizarros com pessoas mascaradas

Sexy Beasts e The Masked Singer Brasil têm tudo para dividir a opinião do público

Publicado por Alexandre Guglielmelli

20/07/2021 18:30

Recentemente, anúncios da Netflix e da Rede Globo deixaram espectadores cheios de dúvidas. A plataforma confirmou a produção do reality show Sexy Beasts: Amor Desmascarado, e a emissora lançou as primeiras propagandas da versão brasileira de The Masked Singer. As duas atrações compartilham uma grande similaridade: ambas contam com participantes mascarados e fantasiados.

A Netflix confirmou Sexy Beasts: Amor Desmascarado há alguns meses, e o anúncio dominou os assuntos mais comentados das redes sociais. Muitos fãs criticaram a plataforma por produzir um programa tão inusitado.

Já no projeto da Rede Globo, a maioria dos espectadores parece estar bastante curiosa para conhecer a versão brasileira da atração, que já faz grande sucesso com a audiência internacional.

Veja abaixo as semelhanças, diferenças e a opinião do público sobre os lançamentos de Sexy Beasts e The Masked Singer Brasil.

Sexy Beasts e The Masked Singer Brasil – Premissas semelhantes

A premissa de Sexy Beasts é bastante simples: solteiros se disfarçam com maquiagem e completam o look com próteses animais, e então participam de encontros às cegas.

Cada episódio conta com uma pessoa solteira que busca por alguém com uma ótima personalidade. O participante tem a possibilidade de participar de três encontros, sempre com pessoas disfarçadas com maquiagem e próteses.

O verdadeiro rosto do pretendente só é revelado para o participante no final do episódio, após a confirmação da escolha.

A produção é baseada em uma série parecida, que fez o maior sucesso no Reino Unido. A Netflix já autorizou a produção antecipada de duas temporadas de Sexy Beasts.

The Masked Singer também é um reality show que traz participantes fantasiados, mas apresenta um funcionamento bastante diferente do de Sexy Beasts.

A versão brasileira do reality deve ter a mesma premissa da produção internacional, sucesso de audiência nos Estados Unidos: celebridades fazem apresentações com fantasias bizarras e elaboradas.

O programa conta com votação popular, e os participantes com as menores notas são eliminados – e têm as identidades reveladas.

Além da votação do público, o programa também contará com um júri para julgar os participantes, com decisões em tempo real.

The Masked Singer Brasil será apresentado por Ivete Sangalo. A produção também terá um quadro de bastidores comandado pela ex-BBB e influencer Camilla de Lucas.

A Rede Globo revelou também as três primeiras fantasias da atração: Onça Pintada, Dogão e Gata Espelhada, produzidas pelos figurinistas Marco Lima e Fabio Namatame.

A versão americana de The Masked Singer já contou com a participação de grandes astros e estrelas, como JoJo, Wiz Khalifa, Tyrese Gibson, Bobby Brown, Nick Cannon, Danny Trejo, Caitlyn Jenner, Bella Thorne e até mesmo a política Sarah Palin.

A opinião dos especialistas

The Masked Singer dividiu a opinião dos críticos, mas causou grande impacto na TV, sendo adaptado para diversos países.

No Rotten Tomatoes, a competição conta com apenas 52% de aprovação.

“Desafiando todos os clichês dos reality shows, The Masked Singer consegue ser, ao mesmo tempo, magnificamente apocalíptico e inexplicavelmente entediante”, afirma o consenso crítico do site.

Por outro lado, críticos consolidados não pouparam elogios para a produção, citando principalmente seu grande apelo popular.

“The Masked Singer é a competição mais cativante desde o lançamento de The Voice”, comentou o jornalista Joseph Longo, do site Entertainment Weekly.

Stuart Heritage, do The Guardian, chamou The Masked Singer de “uma das melhores competições musicais da década”.

Sexy Beasts: Amor Desmascarado, não contou com a mesma aprovação crítica. A série ainda não estreou na Netflix, mas jornalistas já comentam sua baixa qualidade.

“Com pouco tempo investido em cada participantes, é difícil se importar por qualquer relacionamento que se forma. O verdadeiro interesse é descobrir o verdadeiro visual dos participantes, o que é um pouco entediante para um reality de namoro”, afirma o site Digital Spy.

The Masked Singer Brasil estreia na Rede Globo em 10 de agosto. Já Sexy Beasts chega na Netflix em 21 de julho.

Publicidade