Outer Banks: Explicamos o final da 2ª temporada

Tudo que acontece no desfecho dos novos episódios da série da Netflix

Publicado em 30/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Outer Banks é uma das séries teens mais famosas da Netflix. No final da 2ª temporada, que acaba de estrear na plataforma, a produção americana resolve algumas das tramas mais importantes, além de fazer uma grande revelação sobre o pai de John B.

Mas antes disso, a série deixa os fãs chocados mais uma vez com a revelação de que Ward continua vivo. O personagem explica para Sarah que falsificou a própria morte para escapar das autoridades.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após escutar o que Ward tinha a dizer, Sarah confirma que não está mais interessada em relações com a família. Os Pogues, então, viajam em direção à Ilha Particular – sem saber que Cleo estava escondida no barco.

Fingindo estar enjoada, Sarah encontra a cruz e descobre que seu pai mentiu sobre dá-la para John B. A personagem rouba um telefone para denunciar o sequestro, mas é impedida por um dos capangas de Ward. John B. Aciona um alarme, enquanto Cleo e Pope lutam. Após descobrir que Pope é um amigo do protagonista e Sarah, Cleo decide ajudá-lo.

A conclusão chocante de Outer Banks

Fingindo ter capturado Pope, Cleo ataca um integrante da tripulação do navio. Com o plano em ordem, Kie e Pope trancam os funcionários no deck. Quando os Pogues descobrem que Ward ainda está vivo, ele se torna violento, obrigando Sarah a se proteger.

A equipe consegue pegar a cruz enquanto John B procura por Sarah. Com Eberhimi salvando Ward, o personagem vai atrás de Sarah, que diz que não irá com ele. Ward finalmente entende: “ela não é uma de nós, e nunca será”.

Impedido de trazer Sarah de volta a Outer Banks e dizer a todos que ainda está vivo, Ward decide estrangular Sarah.

No momento em que Ward tenta matar Sarah, John B aparece e salva a personagem, lutando com Ward e empurrando-o. O vilão bate a cabeça, e Sarah dá permissão para jogar o corpo no mar – efetivamente matando o pai.

John B decide não jogar o corpo na água, e Sarah pula no barco salva vidas. Chegando à conclusão de que nunca poderia ter a cruz – e que ninguém mais deveria tê-la – Pope joga a cruz no oceano.

Mas quando Rafe percebe o que Pope está fazendo, tenta salvar a cruz. Na água, com JJ machucado, Kie apoia o amigo até a chegada dos outros Pogues no bote salva vida.

No entanto, quando o bote trava, Rafe aponta uma arma para os Pogues, mas não atira. O personagem acaba focado demais no ouro que os capangas de Ward impediram de cair no oceano.

Quando JJ recupera sua consciência, os Pogues finalmente vão embora no bote salva vidas. Em Coastal Venture, Ward é atendido pelo médico do navio. O antagonista, no final das contas, não morreu.

Após descobrir que Ward está são e salvo, Rafe o visita, prometendo encontrar Sarah e trazê-la de volta. Os Pogues (e Cleo) finalmente chegam à terra firme. Mesmo sem saber onde estão, o grupo batiza o local de Pogue Life (#P4L).

Já em Outer Banks, os pais de Kie colocam posters sobre o desaparecimento da jovem, e o Xerife Shoupe faz uma declaração pública sobre os adolescentes sumidos.

O décimo episódio da 2ª temporada de Outer Banks termina em Bridgeport, Barbados. Carla entra em uma casa pequena. Tendo recebido uma carta sobre a mortalha, um indivíduo deseja ajudá-la a encontrar o objeto. Mas para isso, ela teria que ajudar o filho dele primeiro.

E quem é esse filho? Isso mesmo, John B. Ou seja, o indivíduo que entra em contato com Carla é o pai do protagonista.

A 2ª temporada de Outer Banks está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio