Série da Netflix traz o que The Walking Dead nunca fará e supera rival

Com especial Kingdom: Ashin of the North, franquia vai ainda mais a fundo na origem do vírus zumbi

Publicado em 28/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de spoilers

Com o especial Kingdom: Ashin of the North, a série da Netflix continua superando The Walking Dead. O seriado ambientado na Coreia do Sul medieval segue explorando a origem do vírus zumbi, algo que a popular produção não faz e já confirmou que não fará.

Na segunda temporada, Kingdom mostra que a praga começa com uma planta chamada de Flor da Ressurreição. Depois, Seo-bi percebe que vermes que estão nessas plantas são as verdadeiras fontes da infecção.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O especial Kingdom: Ashin of the North segue contando essa história da origem da infecção zumbi. Essa produção mostra que um veado come uma planta infectada e depois é morto por um tigre faminto.

Esse mesmo tigre ataca soldados, que também acabam infectados. Kingdom usa uma base científica para o vírus zumbi, dele nascendo da natureza, passando por animais e chegando nas pessoas.

The Walking Dead não apresenta a origem do vírus e deixa ela aberta para várias teorias. Entre elas, de que a infecção veio do espaço ou até que começou com o Walter White de Breaking Bad (existe uma teoria de que as séries estão no mesmo mundo).

Essa falta de explicação gera outros problemas no seriado, o que a série da Netflix já evitou.

Kingdom supera The Walking Dead

The Walking Dead também mostra que animais não podem ser infectados. A decisão não tem problema até que se dê uma explicação.

Mas a famosa série de zumbis não comenta o motivo disso. O criador dos quadrinhos, Robert Kirkman, chegou a explicar que a decisão foi tomada porque seria difícil ilustrar animais infectados, e depois repetir isso na TV.

Os espectadores entendem, mas dentro da história isso não é o suficiente. Já Kingdom, com o especial, mostra que o vírus passa pelos animais e chega nos humanos.

Além disso, a série da Netflix é ainda mais explicativa. Nela, o vírus começa a fazer efeito quando atinge o cérebro da vítima.

Kingdom: Ashin of the North está na Netflix. The Walking Dead também tem 10 temporadas na plataforma.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio