Mais do que você gosta.

Publicidade

História real

Após Elize Matsunaga, Netflix chega com série sobre João de Deus

Crime e Cura acompanha trajetória do médium que abusou de mais de 300 mulheres

Publicado por Alexandre Guglielmelli

25/08/2021 08:30

Elize Matsunaga: Era Uma Vez um Crime, foi um dos maiores sucessos brasileiros da Netflix em 2021. Com a popularidade da série, a plataforma tem tudo para lançar mais produções sobre crimes brasileiros. Nesta semana, o streaming conta com a estreia de João de Deus: Cura e Crime, sobre os terríveis abusos do líder religioso que chocou o Brasil e o mundo.

Essa será a segunda série documental sobre os crimes de João de Deus, revelados no final de 2018. O Globoplay lançou em 2020 a produção Em Nome de Deus, que também fez grande sucesso na plataforma e chegou a ter episódios exibidos na TV aberta.

Continua depois da publicidade

Já era para a série ter estreado há um bom tempo, mas o lançamento da produção da Rede Globo fez o foco da história mudar completamente. Camila Appel, a idealizadora do projeto, teve que praticamente “começar do zero” para apresentar uma perspectiva original.

Veja abaixo tudo que você precisa saber sobre a estreia da série João de Deus: Cura e Crime na Netflix.

João de Deus na Netflix – História chocante

João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, era conhecido como um suposto médium curandeiro, empresário e escritor. O líder religioso era basicamente o “Rei” da pequena cidade de Abadiânia, no estado de Goiás.

Antes de ser condenado a 40 anos de prisão por crimes sexuais, o dito médium era um verdadeiro fenômeno internacional, chegando a participar do programa de Oprah Winfrey nos anos 2000.

O suposto médico espiritual recebia consultas de estrelas de Hollywood (como Shirley MacLaine), políticos (como o presidente americano Bill Clinton e o venezuelano Hugo Chávez), além de famosos brasileiros como Chico Anysio e Xuxa.

No final de 2018, João de Deus foi denunciado pelo abuso sexual de mais de 300 mulheres que buscavam por sua ajuda espiritual. Em dezembro do mesmo ano, o líder espiritual se entregou à polícia e foi preso.

Segundo o Ministério Público, o número total de vítimas de João de Deus pode ultrapassar 330. Além de ser condenado pelos crimes sexuais, o médium foi indiciado também por falsidade ideológica, corrupção de testemunhas e posse ilegal de armas e munição.

Em dezembro de 2019, João de Deus foi condenado a 19 anos de prisão. Atualmente, o suposto médium cumpre a pena em prisão domiciliar, devido à pandemia de Covid-19.

Em João de Deus: Cura e Crime, a Netflix promete contar a história da seita de Abadiânia no estilo de Wild Wild Country.

A elogiada produção documental acompanhou a história do guru espiritual Bhagwan Shree Rajneesh – mais conhecido como Osho -, que criou uma comunidade alternativa e teocrática no estado americano do Oregon.

Ou seja, a nova série deve analisar a maneira como João de Deus exercia seu controle sob os moradores de Abadiânia, comandando completamente a economia da cidade e sua política.

A produção também deve mostrar como foi a juventude do suposto médium, como ele ficou famoso no Brasil e entre o público internacional, e as denúncias das vítimas.

João de Deus: Cura e Crime já está disponível na Netflix. Confira abaixo o trailer.

Publicidade