Mais do que você gosta.

Publicidade

Produção controversa

Assinantes da Netflix se dividem e brigam por causa de polêmica série

Duas petições diferentes exigem a renovação e cancelamento de Intervenção Canina

Publicado por Alexandre Guglielmelli

27/08/2021 21:30

Poucas séries da Nettlix dividiram tanto os fãs quanto Intervenção Canina. A produção documental foi tão controversa, que provocou a criação de dois “times” entre os assinantes da plataforma. O primeiro, exige que a série seja renovada para mais uma temporada. Já o segundo, pede o cancelamento da produção por possíveis maus tratos aos animais.

Mas afinal de contas, por que Intervenção Canina provocou tanta polêmica? A série estreou na Netflix em fevereiro de 2021, acompanhando a história e a rotina do treinador de cachorros Jas Leverette, o dono e fundador do Cali K9, um dos centros de treinamento canino mais populares dos Estados Unidos.

Continua depois da publicidade

A produção documental mostra os métodos de treinamento de Jas, suas técnicas inovadoras e sua relação com os cãezinhos que frequentam o canil.

O site PopCulture explicou o motivo da grande controvérsia de Intervenção Canina na Netflix; confira abaixo.

A grande polêmica de Intervenção Canina

De um lado da polêmica de Intervenção Canina, estão assinantes da Netflix que gostaram da série, e apoiam o método de treinamento utilizado por Leverette.

Esse grupo criou uma petição no Change.org que exige que a Netflix “continue a exibir Intervenção Canina, e produza várias outras temporadas”.

O documento afirma também que Jes Leverette “ajuda a salvar cachorros do mundo inteiro, abandonados e abusados, que correm o risco de irem para em abrigos ou sofrerem eutanásia”.

A petição já foi assinada por mais de 20 mil pessoas, e diz que “os métodos de Leverette são gentis, eficientes e cheios de amor e compaixão”.

“Essa série está fazendo uma grande diferença em nossas vidas. Os assinantes da Netflix querem ver mais sobre Intervenção Canina”, termina o documento.

Por outro lado, uma petição oposta exige que a série seja cancelada. Essa petição é ainda mais popular que a primeira, contando com mais de 50 mil assinaturas.

“Esse tipo de comercialização do treinamento apenas para o entretenimento é algo bárbaro, e não ajuda a população em geral e nem os nossos queridos animais”, afirma a petição.

O documento revela que Intervenção Canina mostra um adestrador que utiliza coleiras enforcadoras e de choque, entre outros tratamentos desumanos, nos animais.

A petição aponta também a opinião da Sociedade Veterinária Americana de Comportamento Animal, que declara que esses métodos são “inaceitáveis, utilizados apenas por aqueles sem conhecimento nenhum sobre a ciência do adestramento”.

Entre as assinaturas da petição, destacam-se as de vários adestradores profissionais, que desde a divulgação do primeiro trailer de Intervenção Canina, pedem o cancelamento da produção.

“Não precisamos de mais uma série que populariza técnicas que fazem mais mal do que bem”, afirma o treinador Saro Boghozian, autor do livro “As 5 Necessidades Básicas dos Cachorros”.

Até o momento, a Netflix ainda não renovou Intervenção Canina para a segunda temporada, mas também não se pronunciou sobre a polêmica.

A primeira temporada de Intervenção Canina já está disponível na Netflix. Veja abaixo o trailer e tire suas próprias conclusões.

Publicidade