Assinantes da Netflix se dividem e brigam por causa de polêmica série

Duas petições diferentes exigem a renovação e cancelamento de Intervenção Canina

Publicado em 28/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Poucas séries da Nettlix dividiram tanto os fãs quanto Intervenção Canina. A produção documental foi tão controversa, que provocou a criação de dois “times” entre os assinantes da plataforma. O primeiro, exige que a série seja renovada para mais uma temporada. Já o segundo, pede o cancelamento da produção por possíveis maus tratos aos animais.

Mas afinal de contas, por que Intervenção Canina provocou tanta polêmica? A série estreou na Netflix em fevereiro de 2021, acompanhando a história e a rotina do treinador de cachorros Jas Leverette, o dono e fundador do Cali K9, um dos centros de treinamento canino mais populares dos Estados Unidos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A produção documental mostra os métodos de treinamento de Jas, suas técnicas inovadoras e sua relação com os cãezinhos que frequentam o canil.

O site PopCulture explicou o motivo da grande controvérsia de Intervenção Canina na Netflix; confira abaixo.

A grande polêmica de Intervenção Canina

De um lado da polêmica de Intervenção Canina, estão assinantes da Netflix que gostaram da série, e apoiam o método de treinamento utilizado por Leverette.

Esse grupo criou uma petição no Change.org que exige que a Netflix “continue a exibir Intervenção Canina, e produza várias outras temporadas”.

O documento afirma também que Jes Leverette “ajuda a salvar cachorros do mundo inteiro, abandonados e abusados, que correm o risco de irem para em abrigos ou sofrerem eutanásia”.

A petição já foi assinada por mais de 20 mil pessoas, e diz que “os métodos de Leverette são gentis, eficientes e cheios de amor e compaixão”.

“Essa série está fazendo uma grande diferença em nossas vidas. Os assinantes da Netflix querem ver mais sobre Intervenção Canina”, termina o documento.

Por outro lado, uma petição oposta exige que a série seja cancelada. Essa petição é ainda mais popular que a primeira, contando com mais de 50 mil assinaturas.

“Esse tipo de comercialização do treinamento apenas para o entretenimento é algo bárbaro, e não ajuda a população em geral e nem os nossos queridos animais”, afirma a petição.

O documento revela que Intervenção Canina mostra um adestrador que utiliza coleiras enforcadoras e de choque, entre outros tratamentos desumanos, nos animais.

A petição aponta também a opinião da Sociedade Veterinária Americana de Comportamento Animal, que declara que esses métodos são “inaceitáveis, utilizados apenas por aqueles sem conhecimento nenhum sobre a ciência do adestramento”.

Entre as assinaturas da petição, destacam-se as de vários adestradores profissionais, que desde a divulgação do primeiro trailer de Intervenção Canina, pedem o cancelamento da produção.

“Não precisamos de mais uma série que populariza técnicas que fazem mais mal do que bem”, afirma o treinador Saro Boghozian, autor do livro “As 5 Necessidades Básicas dos Cachorros”.

Até o momento, a Netflix ainda não renovou Intervenção Canina para a segunda temporada, mas também não se pronunciou sobre a polêmica.

A primeira temporada de Intervenção Canina já está disponível na Netflix. Veja abaixo o trailer e tire suas próprias conclusões.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio