Hit & Run: Explicamos o final de série da Netflix

O encerramento da primeira temporada trouxe revelações bombásticas

Publicado em 6/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers

No final da primeira temporada de Hit & Run, da Netflix, ficam no ar diversas questões. Aqui está uma explicação sobre o que acontece.

Hit & Run acompanha Segev Azulai, um guia turístico com um passado tenebroso cuja vida é jogada no limbo quando sua esposa morre inesperadamente em um acidente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto ele tenta caçar os homens responsáveis ​​por sua morte, Segev descobre uma conspiração serpentina com grandes consequências geopolíticas. Fugindo com segredos de estado perigosos, o passado obscuro de Segev é lentamente revelado enquanto ele se reconecta com contatos de seus dias como um mercenário implacável.

Continue lendo para dar uma olhada mais de perto no que acontece no encerramento da primeira temporada de Hit & Run, da Netflix (via Cinemaholic).

Final explicado

Segev, percebendo que sua falecida esposa estava guardando informações explosivas, encontra páginas de informações codificadas no diário que ela usou para anotar suas rotinas de dança.

Com as informações em mãos, mas incapaz de decifrá-las, ele se vê perseguido implacavelmente pela CIA e pelo Mossad, que desejam obter as informações em mãos. Em um flashback, vemos como Danielle roubou isso e muito mais informações de Assaf e seu chefe enquanto ela estava em Israel.

Depois de finalmente ser pego e preso pelos dois assassinatos (dos assassinos de sua esposa), Segev faz um acordo com Reese, o manipulador da CIA de Danielle, mas depois o engana e foge com o diário crucial.

Enquanto isso, sua amiga Naomi, que está publicando uma notícia sobre como uma agente da CIA (Danielle) foi morta em Isreal, descobre que a informação que Danielle descobriu implica que o Mossad espionou o presidente americano, bem como revelou um vazamento ativo no círculo interno do presidente.

Ela logo é sequestrada por um agente do Mossad e mantida em cativeiro. No final da temporada de tirar o fôlego, Segev chega para resgatar Naomi e encontra agentes da CIA e do Mossad lá.

O agente da CIA, Reese, mata seu colega do Mossad, mas é dominado por Segev, que foge com Naomi e o diário. Na fuga, Segev então recebe um telefonema de seu primo Tali dizendo que sua ex-esposa Shira está morta e sua filha Ella está desaparecida.

Logo depois de chegar aos Estados Unidos, Segev rastreia os dois criminosos que estavam dirigindo o carro que matou sua esposa e os leva à morte brutalmente. Momentos antes de seu pescoço ser quebrado, um dos assassinos revela que matou Danielle por míseros vinte mil dólares.

Portanto, os verdadeiros assassinos de Danielle permanecem em grande parte desconhecidos, mesmo depois que o marido matou os homens diretamente responsáveis ​​por sua morte.

É revelado que Assaf, o oficial de inteligência israelense com quem Danielle estava tendo um caso, sem saber vazou muitos detalhes confidenciais para a agente da CIA disfarçada enquanto eles estavam juntos.

Em um ponto, vemos Segev desenterrar uma pilha de diários que pertenciam a Danielle, essencialmente significando a vasta quantidade de informações que ela coletou sobre as operações secretas do Mossad.

Quando isso é finalmente revelado, ela é morta pelo Mossad. O oficial do Mossad que interroga Assaf e depois tenta fazer um acordo com Segev pelos diários admite isso no final da temporada.

Tragicamente, ele também diz que talvez tenha sido um erro matá-la, já que a trama que ela descobriu é igualmente explosiva para os dois países envolvidos. Logo após essa revelação, ele é baleado pelo agente da CIA, Reese, impedindo qualquer explicação sobre a morte de Danielle.

Portanto, no momento, parece que o Mossad é o único culpado pela morte de Danielle. No entanto, considerando que a conspiração ainda não foi completamente desvendada, pode ter havido outras forças em jogo que eventualmente serão reveladas.

É possível que a CIA também estivesse de alguma forma envolvida na morte de sua agente, considerando que Reese e o oficial do Mossad pareciam estar se comunicando antes de o primeiro atirar no segundo.

No Brasil, Hit & Run está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio