Os segredos sombrios que ajudaram a criar Bom Dia, Verônica

Netflix já renovou série com Tainá Müller, Eduardo Moscovis e Camila Morgado para a 2ª temporada

Publicado em 30/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lançada em 2020, Bom Dia Verônica se tornou rapidamente uma das séries brasileiras mais populares da Netflix. Por isso, a renovação da produção para uma segunda temporada não foi exatamente uma surpresa para os fãs da plataforma. Enquanto os novos episódios não estreiam, a página da Netflix no Twitter lançou uma thread com detalhes interessantes sobre a produção da série.

A 2ª temporada de Bom Dia, Verônica, até o momento, ainda não tem data de estreia confirmada. Tudo indica que os novos episódios vão estrear em meados de 2022.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Bom Dia, Verônica é baseada no livro homônimo escrito por Ilana Casoy e Raphael Montes. A série acompanha a história de Veronica Torres, uma secretária policial que trabalha em uma delegacia de homicídios em São Paulo.

Casa e com dois filhos, a rotina da protagonista é interrompida quando ela testemunha o chocante suicídio de uma jovem, na mesma semana em que recebe uma ligação de uma mulher desesperada em busca de ajuda.

Veja abaixo tudo que a Netflix revelou em seu Twitter sobre os segredos que ajudaram a criar Bom Dia, Verônica.

Os segredos de Bom Dia, Verônica na Netflix

Como já citamos, Bom Dia Verônica é baseada em um livro escrito por Ilana Casoy e Raphael Montes.

Você provavelmente já ouviu falar em Ilana Casoy como uma das mais conhecidas criminologistas do Brasil. A especialista já escreveu diversos livros sobre o universo do crime, serial killers e sobre algumas das tragédias mais famosas do país, como os casos de Isabella Nardoni e Suzane von Richthofen.

Já Raphael Montes é o autor dos livros de suspense mais vendidos do Brasil. O escritor já lançou sucessos como Dias Perfeitos, Suicidas, Jantar Secreto e Nunca Saia Sozinho.

Para entender melhor a temática da produção, os diretores da série fizeram laboratório em delegacias de proteção à mulher (sempre com delegadas mulheres), e em clubes de sadomasoquismo de São Paulo, antes do início das filmagens.

Um dos aspectos mais elogiados de Bom Dia, Verônica, é a atuação de Eduardo Moscovis, que interpreta o antagonista Brandão. O personagem tirou do sério inúmeros assinantes da Netflix.

Diversas das frases do personagem foram tiradas de depoimentos reais de mulheres vítimas de violência doméstica. A famosa cena do molho na camisa, por exemplo, vem de um relato real obtido pela produção.

Camila Morgado também foi muito celebrada por sua performance como Janete. A personagem é a mulher de Brandão, que sofre com os abusos do marido. Janete representa um elemento bastante comum nas histórias das mulheres vítimas de violência: o medo de denunciar.

“Esse tipo de violência doméstica pela qual a Janete passa tem manipulação psicológica, um longo processo de esquecimento de quem ela é. O agressor causa esse processo, você vai perdendo sua autonomia, dignidade. Na série, isso é muito claro quando a irmã chega e mostra quem a Janete era”, afirmou Camila Morgado em uma entrevista ao site Splash.

A atuação de Camila Morgado tocou também a equipe de produção de Bom Dia, Verônica. Quando as cenas da atriz terminavam, diversas mulheres no set de filmagens se aproximavam dela para dizer que também já tinham passado por situações parecidas.

A primeira temporada de Bom Dia, Verônica está disponível na Netflix. Confira a thread original abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio