Publicidade

Abandonado

Astro de The Walking Dead sente-se “traído” pelo cachorro de Daryl

Cachorro não quer ficar perto de Norman Reedus

Publicado por Guilherme Coral

17/09/2021 08:25

Alerta de spoilers

Norman Reedus diz ter sentido-se traído pelo cachorro de Daryl quando ele se reconectou com a dona original: Leah. No 4º episódio da temporada final de The Walking Dead ela retorna após desaparecer no ano anterior.

No capítulo, depois do reencontro, Daryl tenta ir embora com o cachorro, mas o animal decide ficar junto da antiga dona.

“Era o cachorro dela primeiro. Talvez o cachorro esteja me dizendo que é Leah. Talvez ele esteja me ajudando. Ela tira a máscara, e o cachorro ainda não vem até mim, mas talvez ele esteja me dizendo que há algo bom ali. Não sei. Quem sabe “, disse Reedus à AMC.

“No dia, eu me senti um pouco traído. Eu estava tipo, ‘Vamos lá!’ Mas mesmo que ele está com o treinador dele e ele não vem até mim, eu fico meio chateado”, continuou o astro de The Walking Dead.

Final de derivada muda tudo em The Walking Dead

O final da sexta temporada de Fear the Walking Dead trouxe explosões nucleares, que irão afetar as outras séries ambientadas nesse universo.

A temporada da derivada acabou com Victor Strand permitindo que essa explosão acontecesse, prometendo criar um novo mundo depois disso.

Não apenas ele, mas Morgan Jones também visa construir um novo mundo, com visão diferente de Strand. Isso deve gerar um conflito entre os dois, algo que Fear the Walking Dead tem indicado há tempos. Além disso, sabemos que Morgan encontrará a Civic Republic Military (CRM), o que conectará a derivada ao universo mais amplo de The Walking Dead.

Em participação no podcast Talking Dead (via ComicBook), o showrunner de Fear the Walking Dead, Andrew Chambliss, prometeu que esse final explosivo da sexta temporada terá repercussões significativas tanto na série derivada, quanto nas outras desse universo.

Scott Gimple, chefe de conteúdo da franquia The Walking Dead na AMC, também deixou claro que esse acontecimento causará grande impacto daqui para a frente.

“Há certas pessoas no universo de The Walking Dead que estão cientes das explosões nucleares, e há certas pessoas que não estão, e há certas maneiras de alimentar a história com isso”, disse Gimple.

Veremos como isso afeta os personagens nesses programas. Definitivamente é sobre as jornadas individuais, e não a mitologia. Elas servem à mitologia porque podemos dar uma olhada mais por meio delas”, continuou o produtor.

No Brasil, a 11ª temporada de The Walking Dead está no Star+. Os novos episódios chegam aos domingos.

Clique aqui para assinar o Star+ e acompanhar os novos episódios de The Walking Dead.

Publicidade