Sex Education: Atitude polêmica de personagem é explicada

A diretora Hope acabou sendo uma surpresa muito negativa para os alunos

Publicado em 21/09/2021 09:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers

Na terceira temporada de Sex Education, a nova diretora Hope Haddon (Jemima Kirke) não hesita em mostrar seu ódio aos jovens de Moordale, mas por que ela é tão contra eles? O Screen Rant trouxe uma possível explicação para essa atitude polêmica.

Após a demissão de Michael Groff (Alistair Petrie), a Moordale Secondary School ganhou uma nova diretora. Inicialmente mostrada como uma líder progressista e amante da diversão, Hope se apresentou – em um número de dança – como uma empreendedora, uma ex-aluna de Moordale e a mais jovem diretora do Reino Unido aos 28 anos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela prometeu colocar Moordale de volta nos trilhos e longe de sua reputação controversa, o que os alunos aprovaram muito. No entanto, não muito depois, Hope começou a mostrar sua verdadeira personalidade.

Após um incidente humilhante com a imprensa, Hope promulgou mudanças drásticas em Moordale. Primeiro, ela pintou uma linha divisória no meio dos corredores, forçando os alunos a andar em fila única. Ela então ordenou a remoção de todos os vandalismos vulgares nas paredes e pilares.

Forçando os alunos de Moordale a usar uniformes cinza, Hope implementou um código de vestimenta rígido, até repreendendo-os por penteados, maquiagem e acessórios que chamam a atenção.

Se isso não bastasse, ela deliberadamente invalidou a liberdade de expressão de seus alunos, impondo horrivelmente identidades heterossexuais em alunos não binários e humilhando alunos por manchar o nome da escola.

Embora Hope tenha sido inicialmente estabelecida como a salvadora de Moordale, suas ações diziam o contrário. Comparada ao ex-diretor Groff, Hope era uma oposição mais forte. Mas por que ela odiava tanto os jovens de Moordale?

Diretora com atitude controversa

Ficou estabelecido durante a terceira temporada de Sex Education que ela estava resolvendo problemas em sua vida pessoal. Além disso, ela era constantemente perseguida pelo conselho escolar, liderado por Mark (Robert Wilfort). Todos esses fatores a levaram a atacar os alunos de Moordale.

No episódio final da terceira temporada de Sex Education, depois que os alunos protestaram, Hope teve um encontro sincero com Otis (Asa Butterfield). Sem hesitar, ela primeiro expressou seu rancor por suas ações, dizendo a ele que pelo menos sua geração sabia como se comportar adequadamente.

Isso mostrava claramente como Hope pertencia a uma época diferente de seus alunos. Ela acreditava que seu tempo na Moordale Secondary School como monitora-chefe eram seus dias de glória, e que os novos alunos tinham que seguir o padrão idealizado por ela.

Além disso, provavelmente foi por causa dessa diferença de gerações que ela não conseguia compreender totalmente o espectro de gênero, saúde mental e a importância da inteligência emocional e da terapia sexual, levando-a a discriminar e magoar repetidamente os alunos.

A terceira temporada de Sex Education está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio