Publicidade

Contém spoilers

The Walking Dead: Nova morte é explicada e traz mudança para Daryl

Série exibida no Star+ trouxe mais uma despedida na 11ª temporada

Publicado por Bruno Tomé

27/09/2021 08:23

Alerta de spoilers

Frost é a nova vítima de The Walking Dead – morrendo para salvar os sobreviventes. No caso de Daryl, essa despedida coloca o protagonista em uma história de “policial disfarçado” na 11ª temporada.

Para tentarem salvar os amigos, Daryl e Frost fingem que não se conhecem quando são pegos pelos Reapers, ou Ceifadores. A trama tem a trágica reviravolta no sexto capítulo, exibido no Star+.

Daryl é escolhido para participar do grupo de Pope. Para isso, precisa torturar Frost, interpretado por Glenn Stanton por seis capítulos da 11ª temporada.

No fim, a tortura e a prova de fogo de Daryl ajudam Maggie, Negan e outros sobreviventes a escaparem dos Ceifadores. E a morte de Frost é ligada a isso – Angela Kang, a chefe do seriado, confirma que ele tinha a própria missão, e por isso abriu mão da própria vida.

“Desde que Daryl diz para ele no capítulo quatro, ‘Esses caras estão ouvindo, temos que fingir que não somos amigos’, ele compra a ideia. Ele faz exatamente o que Daryl espera, conseguir alguma credibilidade, com Daryl esperando que pudesse salvar Frost. Ele pensa, ‘Se você pensa sobre isso, eu posso conseguir algum tempo’, que é basicamente o que ele faz”, contou Kang ao The Walking Dead: Episode Insider.

Além disso, a morte de Frost é uma maneira de Pope “continuar mexendo com a cabeça de Daryl”, já que o vilão está obcecado “com a ideia de que Maggie ainda está por aí”.

Mudança em Daryl após morte em The Walking Dead

A chefe do seriado admite que a tortura de Frost é difícil para Daryl. Mas, isso faz parte da nova história dele, como um “policial disfarçado”.

“Eu acho que o que a série faz é colocar nossos personagens nas piores situações que eles podem imaginar, como pesadelos vivos. Não é algo que ele quer, mas ele precisa para não morrer”, explica Kang sobre Daryl torturar Frost.

Para EW, a chefe de The Walking Dead esclareceu o plano para o arco de Daryl nesse momento da temporada final.

“Nós sempre falamos da história como, ‘Daryl sabe o trabalho. O melhor que ele pode fazer é usar a conexão dele para se disfarçar. É uma história de policial disfarçado e ele é colocado em uma posição difícil’. Mas, sentimos que os outros personagens também devem entender que é uma posição horrível e que ele deve seguir um roteiro”, comentou Kang.

The Walking Dead exibe a 11ª temporada no Star+. A Netflix conta com 10 temporadas da série.

Clique aqui para assinar o Star+ e acompanhar The Walking Dead.

Publicidade