Mais do que você gosta.

Publicidade

Dúvida

A Vingança das Juanas: Qual é o real significado da marca de nascença

Trama de série da Netflix começa com mistério sobre o desenho

Publicado por Bruno Tomé

11/10/2021 18:30

Alerta de spoilers

A história de A Vingança das Juanas começa com cinco mulheres adultas descobrindo que tem a mesma marca de nascença. O desenho usado na Netflix tem um significado religioso, ligado à origem do cristianismo.

Na Roma antiga, os primeiros cristãos adotaram o símbolo do peixe, como o de A Vingança das Juanas, para se encontrarem. O desenho servia como uma marca segura em uma época que os religiosos eram perseguidos pelo governo local.

Continua depois da publicidade

O nome desse símbolo é o Ichthus, conhecido como um dos símbolos mais antigos do cristianismo. Ele era usado para marcar os lugares de encontro e túmulos, além de uma forma de identificação.

Para saber se a outra pessoa era cristã, o religioso desenharia uma parte do símbolo na areia. Caso o outro indivíduo o completasse, os cristãos se identificariam.

Há historiadores que também acreditam que o símbolo, que inspira a marca de nascença em A Vingança das Juanas, tem origem em referência a deusas como Afrodite, Ísis e Delphine.

Na Netflix, o símbolo é usado como forma de união das personagens principais. Dessa forma, parece usar principalmente a origem cristã dele.

História de A Vingança das Juanas na Netflix

A Vingança das Juanas acompanha a história de cinco mulheres desconhecidas, que se surpreendem ao descobrir – já adultas – que compartilham a mesma marca de nascença. Unidas, as protagonistas tentam descobrir a razão por trás desse grande mistério.

O enredo da série é uma produção original da Netflix.

Na trama de A Vingança das Juanas, cinco mulheres com o mesmo nome – Juana – e a mesma marca de nascença investigam a verdade sobre o passado.

Em uma jornada perigosa, as protagonistas encontram uma surpreendente rede de mentiras e corrupção, que as leva ao rastro de um político influente e poderoso.

Nesse cenário complicado, as 5 Juanas lutam para reivindicar o controle de suas próprias vidas e expôr os responsáveis por uma terrível interferência no passado.

Em um papo com a revista Glamour México, a roteirista Jimena Romero revelou detalhes da produção, e falou sobre a luta para manter vivo o legado do pai.

“Esta é uma história de 1997 (inspirada em novela do pai dele). Quando meu pai a produziu, sua intenção era criar uma história leve e divertida. Ele sempre foi um homem muito feminista e suas histórias contaram com personagens femininas muito fortes. Quando começamos a conversar com a Netflix sobre esse projeto, eu disse que sempre quis fazer essa história de uma forma que nunca foi feito, como um thriller de suspense, que é meu gênero favorito”, comentou Romero.

Segundo a roteirista, um dos principais trunfos da nova série é o posicionamento das mulheres no centro da trama.

“A minha intenção era contar a história do ponto de vista das mulheres, pois são elas que estão no centro da trama. É também uma mensagem para nós, que não importa o nosso passado ou de onde viemos, somos os donos das nossas vidas e podemos controlar o nosso destino e o nosso futuro”, revelou a autora.

As 5 protagonistas de A Vingança das Juanas são interpretadas por Juana Aris, Oka Giner, Renata Notni, Sofia Engberg e Zuria Vega.

O elenco da série conta também com Carlos Ponce, Iván Amozurrutia, Jorge Antonio Guerrero, Pablo Astiazarán, Fernando Becerril, Federico Espejo, Carlos Athié, Verónica Merchant, Ana Ludyvina e Mauricio Isaac.

A Vingança das Juanas está disponível na Netflix.

Publicidade