Explicado por que Round 6 é tão popular na Netflix

Sucesso sul-coreano aposta em grandes reviravoltas, muita violência e sólida crítica social

Publicado em 14/10/2021 18:15
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Round 6 se tornou em 2021 a série mais popular da história da Netflix, superando Bridgerton. Mesmo com seu nível elevado de violência, a produção sul-coreana conquistou fãs no mundo inteiro. Mas afinal de contas, o que explica a popularidade da série? Segundo especialistas, Round 6 se tornou um fenômeno por seu tema interessante, alta tensão do início ao fim e por sua sólida crítica social.

Em Round 6, 456 pessoas são convidadas a participar de uma misteriosa competição de sobrevivência chamada apenas de Squid Game. Os participantes competem em uma série de jogos infantis tradicionais – mas com reviravoltas mortais – e colocam as vidas em risco em busca do prêmio de 45,6 bilhões de Wons (a moeda da Coreia do Sul).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apenas um entre os 465 participantes leva a bolada. Nesse cenário marcado por traições, ambição e muitos perigos, todos os concorrentes fazem de tudo para garantir o prêmio. Afinal de contas, Round 6 só convida pessoas que realmente precisam de dinheiro, o que traz um nível maior de desespero à competição.

O site Bustle falou mais sobre o motivo da popularidade de Round 6 na Netflix; confira abaixo.

A razão do sucesso de Round 6 na Netflix

Em sua superfície, Round 6 (Squid Game) é mais um exemplo das narrativas de “sobrevivência gamificada”.

Filmes distópicos como Jogos Vorazes e Maze Runner trazem adolescentes lutando em arenas de batalha, e longas de terror como Casamento Sangrento, Jogos Mortais e Battle Royale acompanham a jornada de protagonistas em busca da sobrevivência em cenários cada vez mais violentos.

Já em seu núcleo, Round 6 é uma clara analogia à devastadora desigualdade econômica e à instabilidade financeira da sociedade, sentida principalmente por pessoas pobres e exacerbada durante a pandemia de Covid-19.

“O público se identifica com esse sentimento de não pertencer à classe dominante, mas fazer parte dos oprimidos e rejeitados”, afirma o Dr. Eric Bender, especialista em psicologia.

Na análise de Grace Jung, PHD em Cinema e Estudos da Mídia, Round 6 aborda a realidade das pessoas mais pobres, na qual os resultados prometidos da meritocracia capitalista nunca chegam.

“É por isso que existe essa grande ressonância de Round 6 com o público. Ter dívidas deixa qualquer pessoa vulnerável, ansiosa e desesperada”, analisa a especialista.

Outros especialistas também abordam o papel da violência na série. Segundo o psiquiatra Dr. Praveen Kambam, a brutalidade de Round 6 não se estabelece como a principal carga emocional da produção, servindo apenas para pontuar a profundidade dos traumas humanos.

“A violência é um ponto de exclamação entre os elementos da luta humana. Ela só mostra que os jogadores preferem aguentar esse alto nível de violência a lidar com o sistema desumano da sociedade em geral”, opina o psiquiatra.

A Dra. Pamela Rutledge, psicóloga especialista nos efeitos da mídia, também revela que o fato de Round 6 trazer brincadeira de criança no centro de sua trama contribui para o seu apelo mundial.

“A série contrasta a inocência das brincadeiras de infância com a violência e sadismo dos jogos de Round 6. Isso acaba criando uma dissonância cognitiva que amplifica o terror e o sentimento de vulnerabilidade, tanto para os personagens quanto para o público”, comenta a especialista.

Porém, no final das contas, uma boa parte do sucesso de Round 6 vem da esperança: ver os jogadores sobrevivendo aos terríveis jogos de Squid Game pode oferecer um olhar diferente às lutas pessoais de cada espectador, segundo Rutledge.

A primeira temporada de Round 6 já está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio