Publicidade

Representatividade

Atriz promete resolver grande controvérsia de Emily em Paris

Lily Collins prometeu maior inclusão na temporada

Publicado por Guilherme Coral

01/11/2021 09:39

A segunda temporada de Emily em Paris, da Netflix, vai resolver uma grande controvérsia acerca da primeira temporada. Lily Collins prometeu maior representatividade nos novos episódios.

O primeiro ano da série da Netflix foi criticada pelo elenco majoritariamente branco. Collins, que também é produtora do seriado parece otimista em relação a isso mudar daqui para a frente.

“Para mim como Emily, mas também como produtora, após a primeira temporada, ouvindo os pensamentos das pessoas, preocupações, perguntas, gostos, desgostos, apenas sentimentos sobre isso, havia certas coisas que falavam sobre o tempo em que vivemos e o que é certo e moral e correto e deve ser feito “, disse a atriz.

“Eu realmente queria que a diversidade e a inclusão na frente e atrás das câmeras fossem algo em que realmente colocássemos nosso foco, de várias maneiras”, continuou Colins.

A segunda temporada de Emily em Paris chega na Netflix

Criada por Darren Star, autor de Younger e Sex and the City, Emily em Paris traz a citada Lily Collis como a protagonista homônima. Apresentada como uma executiva de marketing em Chicago, Emily se muda para Paris para revitalizar as redes sociais de um icônica grife de luxo.

Nos 10 primeiros episódios da série, Emily e seus novos colegas de trabalho aprendem uns com os outros, e usam suas experiências e visões coletivas para criar uma interessante estratégia comercial.

O seriado ainda tem Philippine Leroy-Beaulieu e Ashley Park no elenco.

“Emily Cooper consegue o trabalho dos sonhos em Paris. Agora, ela precisa administrar a carreira, os amigos e o amor na Cidade Luz”, diz a sinopse oficial.

Emily em Paris tem uma temporada na Netflix e a segunda chega em 22 de dezembro.

Publicidade