Publicidade

Live-action

Cowboy Bebop da Netflix explica um mistério do anime

Adaptação esclarece uma questão em torno de Spike Spiegel

Publicado por Victor Carvalho

23/11/2021 18:30

A adaptação de Cowboy Bebop da Netflix resolve um antigo mistério em torno do nome do personagem principal do anime, Spike Spiegel. A série em live-action indica que o nome do personagem foi inventado para proteger sua identidade, de acordo com o Screen Rant.

A versão da Netflix de Cowboy Bebop resolve o mistério em torno de como Spike é capaz de enganar o Sindicato no anime: com “Spike Spiegel” como um nome inventado, isto se encaixaria na história de fundo dele ter fingido sua morte.

Seria muito mais fácil encontrar Spike se ele não tivesse começado a usar um pseudônimo.

Vale lembrar que, no anime, é indicado que Spike é o nome verdadeiro do personagem, mas também existem diversas pistas de que o sobrenome “Spiegel” pode ter sido inventado.

Mais sobre Cowboy Bebop

Cowboy Bebop é um faroeste futurista cheio de ação sobre três caçadores de recompensas.”

“Conhecidos como ‘cowboys’, Spike Spiegel (John Cho), Jet Black (Mustafa Shakir) e Faye Valentine (Daniella Pineda) formam um trio letal que percorre a galáxia em busca dos criminosos mais perigosos do universo – contanto que sejam bem pagos, obviamente.”

“Mas não são apenas seus alvos que estão em apuros. Os cowboys também têm seus próprios problemas: seu passado está à espreita”, afirma a descrição da Netflix.

O episódio de estreia de Cowboy Bebop conta com o roteiro de Christopher Yost, que co-escreveu Thor: Ragnarok. O diretor do anime original, Shinichiro Watanabe, volta para trabalhar na nova versão.

A história do anime segue um grupo de caçadores de recompensa formado por Spike Spiegel, Jet Black, Faye Valentine e Radical Ed, que caçam os criminosos mais perigosos do sistema solar. A trama conta ainda com muito jazz.

Cowboy Bebop já está disponível na Netflix.

Publicidade