Publicidade

História trágica

O que A Máfia dos Tigres 2 não mostra sobre irmão de Joe Exotic

Excêntrico protagonista da série da Netflix tem uma relação conturbada com a família

Publicado por Alexandre Guglielmelli

17/11/2021 20:15

A Máfia dos Tigres 2, já disponível na Netflix, tem tudo para repetir o grande sucesso da produção original, lançada em 2020. A nova temporada introduz figuras polêmicas da história de Joe Exotic. Uma delas é Yarri Schreibvogel, o irmão mais velho do protagonista, com quem Exotic não fala há décadas. O que os novos episódios não mostram é a raiz da briga familiar: uma triste acusação de abuso.

Na primeira temporada de A Máfia dos Tigres, Joe mencionou que seu irmão, Garrold, havia morrido em um acidente de carro em 1997 – mas não disse nada sobre o irmão mais velho Yarri e as irmãs Pam e Tammy.

Em A Máfia dos Tigres 2, Yarri revela seu ressentimento por Joe: “Não vejo o Joe cara a cara há 20 anos, e nem quero”. Ele também chega a atirar com um rifle em um desenho simplório de Joe, e afirmar que o irmão “prejudicou milhões de pessoas”.

O site Digital Spy revelou as acusações de abuso feitas por Joe Exotic contra o irmão e outros aspectos importantes da relação familiar; veja abaixo.

Joe Exotic e Yarri em A Máfia dos Tigres

No documentário “Shooting Joe Exotic”, produzido e apresentado por Louis Theroux em abril de 2021, na BBC Two, a história compartilhada por Yarri e Joe ganha contornos mais sérios.

Em uma carta enviada da cadeia – o protagonista de A Máfia dos Tigres foi detido e condenado a 22 anos de prisão em 2020 – Joe Exotic acusa o irmão mais velho de abuso sexual.

“Fui molestado pelo meu irmão mais velho quando tinha cerca de 5 anos, no banheiro da fazenda da nossa família. Esse momento continua marcado na minha mente até hoje”, afirma Joe.

Yarri, por outro lado, nega completamente as acusações, e afirma que Joe criou essa história devido a outra briga familiar. Segundo o irmão do protagonista de A Máfia dos Tigres, tudo começou quando Joe o impediu de visitar Garrold no hospital após seu acidente de carro.

“Ele me impediu de ver o Garrold antes dele morrer, pois estava com dois médiuns que disseram que eu tinha ‘vibrações negativas’”, comenta Yarri.

No documentário da Netflix, Yarri não poupa críticas ao irmão, e revela o que acredita ser o principal defeito de Joe Exotic.

“O Joe é movido pela ganância. A ganância é o que ele é, sem tirar nem pôr”, afirma Yarri.

Wendy, a esposa de Yarri, revela também que houve um grande desentendimento quando os pais de Garrold receberam 250 mil dólares como pagamento de seguro após a morte do filho.

“Joe usou a morte do Garrold para fazer o que sempre quis. Ele disse que a melhor maneira de honrar a memória dele seria construir um parque de animais exóticos com o dinheiro. Yarri queria construir um campo de futebol para crianças, já que Garrold era treinador”, comentou Wendy.

Os pais decidiram dar o dinheiro para Joe, o que acabou criando uma grande rusga familiar e afastando para sempre Yarri e Joe.

A Máfia dos Tigres 2 já está disponível na Netflix; veja abaixo o trailer.

Publicidade