Publicidade

Fama internacional

Wagner Moura celebra volta em Narcos: México e chama Bolsonaro de fascista

Série da Netflix conta com episódios dirigidos pelo brasileiro

Publicado por Victor Carvalho

07/11/2021 20:00

Wagner Moura, que interpretou Pablo Escobar em Narcos, participa da terceira e última temporada de Narcos: México, mas não como ator: ele é o diretor de dois episódios da série. Em uma entrevista à Entertainment Weekly, o brasileiro celebrou sua volta para este mundo e criticou o presidente Jair Bolsonaro, chamando-o de fascista.

Wagner Moura comentou: “Estou em São Paulo, lançando Marighella no Brasil. Tem sido uma guerra, porque lançamos o filme em Berlim em 2019, e até agora não podíamos lançar no Brasil porque foi censurado.”

“Não sei o quanto você está ciente de Bolsonaro, o presidente do Brasil, que é um fascista.”

“O meu filme é sobre quem resistiu à ditadura no Brasil nos anos 60 e 70. Ele mesmo adora a ditadura e a elogia, dizendo que foi o melhor momento do nosso país.”

“Portanto, o filme se opõe às suas visões. É uma guerra. Mas, ao mesmo tempo, tem sido ótimo porque as pessoas estão realmente abraçando isso de uma maneira muito bonita.”

Volta como diretor

Falando sobre seu trabalho em Narcos: México, Wagner Moura expressou: “Narcos foi muito importante para mim na minha vida, em vários aspectos.”

“Fiquei famoso no mundo todo. Foi meu trabalho mais popular, então abriu muitas portas na minha vida profissional.”

“Grande parte da equipe da primeira temporada de Narcos ainda trabalha em Narcos: México. Então, sim, retornar é algo muito especial. Sem dúvida. Estou muito orgulhoso da série. Acho que é importante.”

Ele concluiu: “É uma série política, mas também é puro entretenimento. É um equilíbrio muito difícil de alcançar. Há muita ficção, mas esses personagens existiram e uma parte da história realmente aconteceu. Ao mesmo tempo, é algo divertido de assistir.”

Narcos: México está disponível pela Netflix.

Publicidade