Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

Emily em Paris arruma um erro com personagens na 2ª temporada

Novos episódios na Netflix dão mais destaque aos coadjuvantes

Publicado por Alexandre Guglielmelli

30/12/2021 20:30

Muito melhor que o primeiro ano, a 2ª temporada de Emily em Paris se destaca por aceitar de coração aberto às críticas, encontrando nelas maneiras para melhorar. Os novos episódios fazem um ótimo trabalho ao consertar um dos principais erros da Netflix e oferecer aos personagens coadjuvantes tramas próprias. O site Screen Rant analisou a questão; veja abaixo.

Na 2ª temporada de Emily em Paris, os personagens coadjuvantes finalmente ganham coisas interessantes para fazer. Vale lembrar que o primeiro ano introduziu ao público diversos personagens, mas focou principalmente na história da protagonista Emily.

Continua depois da publicidade

De seu charmoso vizinho Gabriel até Mindy, a herdeira transformada em babá, a personagem de Lily Collins conseguiu fazer amigos (e inimigos) a cada passo na capital francesa.

Mas no novo ano, esses personagens finalmente ganham histórias próprias e têm a oportunidade de desenvolver suas tramas e expandir o interesse do público.

O papel dos coadjuvantes na 2ª temporada de Emily em Paris

Na 2ª temporada de Emily em Paris, a maioria dos personagens ganha seu próprio momento de destaque além da órbita da protagonista.

Gabriel, por exemplo, é forçado a trabalhar com Emily em seu novo restaurante. A trama oferece a Lucas Bravo a possibilidade de fazer algo além de suspirar pela personagem de Lily Collins – mesmo ainda se interessando pela jovem nos bastidores.

Para expandir a trama de Gabriel, a série dá a Emily um novo romance, desta vez com o bonitão britânico Alfie.

Sylvie também vive suas próprias aventuras ao namorar um jovem fotógrafo que faz diversos trabalhos para a Savoir – e demora para descobrir que a personagem é casada.

Em uma série focada quase exclusivamente na vida dos jovens, é interessante ver uma mulher mais madura namorando e vivendo sua própria revolução sexual.

Mindy, a melhor amiga de Emily, também ganha seu romance na 2ª temporada.

Após trabalhar como atendente de banheiro em uma boate LGBTQ+ em troca de oportunidades para cantar, Mindy é abordada por Benoit e Etienne, que convidam a personagem a entrar para a banda.

Embora não traga tanto dinheiro, a experiência é libertadora para Mindy, que encontra sua verdadeira confiança e se apaixona por Benoit.

O relacionamento passa por percalços, principalmente quando a identidade de Mindy é exposta por Etienne. Mas no mundo de Emily em Paris, tudo termina bem, e Mindy protagoniza um dos momentos mais felizes da 2ª temporada.

Muitos críticos questionaram por que Emily em Paris é tão popular, já que não é necessariamente uma boa série. Mas a 2ª temporada deixa claro que a série tem muito potencial, e consegue aprender com os próprios erros.

As 2 temporadas de Emily em Paris estão disponíveis na Netflix. A plataforma ainda não renovou a série para o 3º ano, mas fãs podem esperar por boas novidades em breve.

Publicidade