Mais do que você gosta.

Publicidade

Adaptação complexa

Escritor de A Roda do Tempo detona a série do Prime Video

Autor da saga discorda do tom e de certas modificações da produção épica

Publicado por Alexandre Guglielmelli

26/12/2021 19:00

Com o sucesso de A Roda do Tempo no Amazon Prime Video, comparações com outras produções do gênero são inevitáveis. Mas foi exatamente o desejo da série de se tornar a “nova Game of Thrones” que acabou detonado por Brandon Sanderson, o co-autor da saga literária. O escritor não poupou críticas a certos aspectos da adaptação no streaming, e revelou as expectativas para o futuro da série; veja abaixo.

A Roda do Tempo já pode ser considerada um dos maiores sucessos do Prime Video em 2021, já que contou com mais de 1.16 bilhões de minutos assistidos apenas com o lançamento dos três primeiros episódios.

Continua depois da publicidade

Com sua trama ambientada em um interessante mundo de fantasia, a série é baseada nos livros de Robert Jordan. Como o escritor faleceu em 2007, Brandon Sanderson recebeu a missão de concluir a história.

O autor escreveu os últimos três livros de A Roda do Tempo: The Gathering Storm (A Vindoura Tempestade), Towers Of Midnight (Torres da Meia-Noite) e A Memory Of Light (Uma Memória de Luz), lançados respectivamente entre 2009 e 2013.

As críticas do escritor à Roda do Tempo do Prime Video

Brandon Sanderson falou sobre seus problemas com a primeira temporada de A Roda do Tempo em uma sessão de perguntas e respostas com os fãs no Reddit e em uma postagem em seu blog.

O aspecto mais criticado pelo escritor foi o fato da produção do Prime Video adaptar a trama de uma maneira mais obscura, apostando em cenas de violência para atrair mais espectadores.

Segundo Sanderson, as decisões mais violentas do showrunner Rafe Judkins não correspondem ao espírito da obra original.

“A violência, para mim, é exagerada. Sei que mais para frente, existem certas cenas que deixaram minha esposa muito enjoada”, comentou o escritor.

Sanderson deu a entender que A Roda do Tempo no Prime Video pode falhar em apresentar o mundo de Robert Jordan aos espectadores mais jovens.

“Eu não mostraria a série para os meus filhos. Gostaria que os produtores não se esforçassem tanto assim para criar uma trama tão séria e sisuda”, comentou o escritor.

Mas para Sanderson, o pior defeito da primeira temporada de A Roda do Tempo envolve as mudanças na história de Perrin, interpretado por Marcus Rutherford.

O personagem embarca em sua jornada de maneira bem diferente nos livros. Na série do Prime Video, ele acaba matando acidentalmente a própria esposa em uma batalha contra criaturas sanguinárias.

“Primeiramente, é um clichê tratar a esposa como uma personagem descartável. Além disso, acho que o trauma dele ter matado sua esposa é tão grande, que a história não consegue lidar com isso de forma realista ou responsável”, explicou o autor.

Sanderson ficou decepcionado com a primeira temporada, mas ainda tem esperanças que A Roda do Tempo melhore no futuro. Afinal de contas, a série ainda precisa adaptar mais de 10 livros para o streaming.

A 1ª temporada de A Roda do Tempo está disponível no Amazon Prime Video.

Publicidade